ISSN 1725-2601

Jornal Oficial

da União Europeia

L 325

European flag  

Edição em língua portuguesa

Legislação

50.o ano
11 de Dezembro de 2007


Índice

 

I   Actos aprovados ao abrigo dos Tratados CE/Euratom cuja publicação é obrigatória

Página

 

 

REGULAMENTOS

 

 

Regulamento (CE) n.o 1450/2007 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que estabelece os valores forfetários de importação para a determinação do preço de entrada de certos frutos e produtos hortícolas

1

 

*

Regulamento (CE) n.o 1451/2007 da Comissão, de 4 de Dezembro de 2007, relativo à segunda fase do programa de trabalho de 10 anos mencionado no n.o 2 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE do Parlamento Europeu e do Conselho relativa à colocação de produtos biocidas no mercado ( 1 )

3

 

*

Regulamento (CE) n.o 1452/2007 da Comissão, de 7 de Dezembro de 2007, relativo à classificação de certas mercadorias na Nomenclatura Combinada

66

 

*

Regulamento (CE) n.o 1453/2007 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que fixa, para o exercício contabilístico de 2008, a remuneração fixa por ficha de exploração no âmbito da rede de informação contabilística agrícola

68

 

*

Regulamento (CE) n.o 1454/2007 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que fixa normas comuns para o estabelecimento de um procedimento de concurso para a fixação das restituições à exportação para certos produtos agrícolas

69

 

*

Regulamento (CE) n.o 1455/2007 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que abre determinados contingentes pautais comunitários para importação de arroz originário do Egipto

74

 

*

Regulamento (CE) n.o 1456/2007 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que altera os regulamentos (CE) n.o 2058/96, (CE) n.o 2375/2002, (CE) n.o 2377/2002, (CE) n.o 2305/2003, (CE) n.o 955/2005, (CE) n.o 969/2006 e (CE) n.o 1964/2006 relativos à abertura e modo de gestão de contingentes pautais de importação no sector do arroz e dos cereais

76

 

 

Regulamento (CE) n.o 1457/2007 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que altera os preços representativos e os montantes dos direitos de importação adicionais aplicáveis a determinados produtos do sector do açúcar fixados pelo Regulamento (CE) n.o 1109/2007 para a campanha de 2007/2008

81

 

 

II   Actos aprovados ao abrigo dos Tratados CE/Euratom cuja publicação não é obrigatória

 

 

DECISÕES

 

 

Conselho

 

 

2007/810/CE

 

*

Decisão do Conselho, de 19 de Novembro de 2007, relativa à celebração, em nome da Comunidade Europeia e dos seus Estados-Membros, de um Protocolo ao Acordo de Cooperação e de União Aduaneira entre a Comunidade Económica Europeia e a República de São Marino, no que respeita à participação, enquanto partes contratantes, da República da Bulgária e da Roménia, na sequência da adesão destes países à União Europeia

83

Protocolo ao Acordo de Cooperação e de União Aduaneira entre a Comunidade Económica Europeia e a República de São Marino, no que respeita à participação, enquanto partes contratantes, da República da Bulgária e da Roménia, na sequência da adesão destes países à União Europeia

84

 

 

Conferência dos Representantes dos Governos dos Estados-Membros

 

 

2007/811/CE, Euratom

 

*

Decisão dos representantes dos Governos dos Estados-Membros, de 5 de Dezembro de 2007, relativa à nomeação de um juiz do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias

89

 

 

Comissão

 

 

2007/812/CE

 

*

Decisão da Comissão, de 28 de Novembro de 2007, relativa à atribuição aos Países Baixos de três dias suplementares no mar para um programa de reforço da presença de observadores, em conformidade com o anexo II-A do Regulamento (CE) n.o 41/2007 do Conselho [notificada com o número C(2007) 5711]

90

 

 

2007/813/CE

 

*

Decisão da Comissão, de 28 de Novembro de 2007, relativa à atribuição a Espanha de dias no mar suplementares nas divisões CIEM VIIIc e IXa, com exclusão do golfo de Cádis [notificada com o número C(2007) 5719]

92

 


 

(1)   Texto relevante para efeitos do EEE

PT

Os actos cujos títulos são impressos em tipo fino são actos de gestão corrente adoptados no âmbito da política agrícola e que têm, em geral, um período de validade limitado.

Os actos cujos títulos são impressos em tipo negro e precedidos de um asterisco são todos os restantes.


I Actos aprovados ao abrigo dos Tratados CE/Euratom cuja publicação é obrigatória

REGULAMENTOS

11.12.2007   

PT

Jornal Oficial da União Europeia

L 325/1


REGULAMENTO (CE) N.o 1450/2007 DA COMISSÃO

de 10 de Dezembro de 2007

que estabelece os valores forfetários de importação para a determinação do preço de entrada de certos frutos e produtos hortícolas

A COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS,

Tendo em conta o Tratado que institui a Comunidade Europeia,

Tendo em conta o Regulamento (CE) n.o 3223/94 da Comissão, de 21 de Dezembro de 1994, que estabelece regras de execução do regime de importação dos frutos e dos produtos hortícolas (1), e, nomeadamente, o n.o 1 do seu artigo 4.o,

Considerando o seguinte:

(1)

O Regulamento (CE) n.o 3223/94 prevê, em aplicação dos resultados das negociações comerciais multilaterais do Uruguay Round, os critérios para a fixação pela Comissão dos valores forfetários de importação dos países terceiros, relativamente aos produtos e períodos que especifica no seu anexo.

(2)

Em aplicação dos supracitados critérios, os valores forfetários de importação devem ser fixados nos níveis constantes em anexo,

ADOPTOU O PRESENTE REGULAMENTO:

Artigo 1.o

Os valores forfetários de importação referidos no artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 3223/94 são fixados como indicado no quadro constante do anexo.

Artigo 2.o

O presente regulamento entra em vigor em 11 de Dezembro de 2007.

O presente regulamento é obrigatório em todos os seus elementos e directamente aplicável em todos os Estados-Membros.

Feito em Bruxelas, em 10 de Dezembro de 2007.

Pela Comissão

Jean-Luc DEMARTY

Director-Geral da Agricultura e do Desenvolvimento Rural


(1)  JO L 337 de 24.12.1994, p. 66. Regulamento com a última redacção que lhe foi dada pelo Regulamento (CE) n.o 756/2007 (JO L 172 de 30.6.2007, p. 41).


ANEXO

do Regulamento da Comissão, de 10 de Dezembro de 2007, que estabelece os valores forfetários de importação para a determinação do preço de entrada de certos frutos e produtos hortícolas

(EUR/100 kg)

Código NC

Código países terceiros (1)

Valor forfetário de importação

0702 00 00

IL

181,8

MA

71,9

SY

68,2

TR

101,5

ZZ

105,9

0707 00 05

JO

196,3

MA

52,5

TR

86,6

ZZ

111,8

0709 90 70

JO

149,8

MA

59,6

TR

104,0

ZZ

104,5

0805 10 20

AR

21,9

AU

10,4

BR

25,6

SZ

31,4

TR

51,4

ZA

40,4

ZW

26,4

ZZ

29,6

0805 20 10

MA

77,7

ZZ

77,7

0805 20 30, 0805 20 50, 0805 20 70, 0805 20 90

CN

61,4

HR

32,2

IL

66,8

TR

75,3

UY

95,3

ZZ

66,2

0805 50 10

EG

90,7

TR

105,2

ZA

65,9

ZZ

87,3

0808 10 80

AR

79,2

CL

86,0

CN

70,1

MK

33,9

US

77,9

ZA

82,4

ZZ

71,6

0808 20 50

AR

71,4

CN

45,8

TR

145,7

US

107,8

ZZ

92,7


(1)  Nomenclatura dos países fixada pelo Regulamento (CE) n.o 1833/2006 da Comissão (JO L 354 de 14.12.2006, p. 19). O código «ZZ» representa «outras origens».


11.12.2007   

PT

Jornal Oficial da União Europeia

L 325/3


REGULAMENTO (CE) N.o 1451/2007 DA COMISSÃO

de 4 de Dezembro de 2007

relativo à segunda fase do programa de trabalho de 10 anos mencionado no n.o 2 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE do Parlamento Europeu e do Conselho relativa à colocação de produtos biocidas no mercado

(Texto relevante para efeitos do EEE)

A COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS,

Tendo em conta o Tratado que institui a Comunidade Europeia,

Tendo em conta a Directiva 98/8/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 16 de Fevereiro de 1998, relativa à colocação de produtos biocidas no mercado (1), nomeadamente o n.o 2 do artigo 16.o,

Considerando o seguinte:

(1)

A Directiva 98/8/CE estabelece que os Estados-Membros só podem autorizar a colocação no mercado de produtos biocidas que contenham substâncias activas incluídas no anexo I, IA ou IB da mesma. Todavia, as medidas transitórias do n.o 1 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE permitem que os Estados-Membros autorizem a colocação no mercado de produtos biocidas que contenham substâncias activas não constantes dos anexos I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE e que já se encontrassem no mercado em 14 de Maio de 2000, adiante designadas por «substâncias activas existentes». O n.o 2 do mesmo artigo prevê a execução de um programa de trabalho de 10 anos destinado a analisar todas as substâncias activas existentes. Foram fixados como objectivos desse programa de trabalho a identificação das substâncias activas existentes e a determinação das substâncias a avaliar no âmbito do programa de análise, tendo em vista a eventual inclusão das mesmas no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE.

(2)

A fase inicial do programa foi definida no Regulamento (CE) n.o 1896/2000 da Comissão, de 7 de Setembro de 2000, referente à primeira fase do programa referido no n.o 2 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE do Parlamento Europeu e do Conselho relativa aos produtos biocidas (2).

(3)

O Regulamento (CE) n.o 1896/2000 estabeleceu que as substâncias activas existentes destinadas a ser utilizadas em produtos biocidas fossem identificadas e que as substâncias a avaliar com vista à sua eventual inclusão no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE, num ou mais tipos de produto, fossem notificadas o mais tardar em 28 de Março de 2002.

(4)

O Regulamento (CE) n.o 2032/2003 da Comissão, de 4 de Novembro de 2003, relativo à segunda fase do programa de trabalho de 10 anos mencionado no n.o 2 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE do Parlamento Europeu e do Conselho relativa à colocação de produtos biocidas no mercado e que altera o Regulamento (CE) n.o 1896/2000 (3) estabeleceu uma lista das substâncias activas existentes. Essa lista abrangeu as substâncias activas identificadas em conformidade com o n.o 1 do artigo 3.o ou com o n.o 2 do artigo 5.o do Regulamento (CE) n.o 1896/2000 ou relativamente às quais fora notificada informação equivalente em conformidade com o n.o 1 do artigo 4.o do mesmo regulamento.

(5)

O Regulamento (CE) n.o 2032/2003 estabeleceu igualmente, no seu anexo II, uma lista exaustiva de substâncias activas existentes a avaliar no âmbito do programa de análise. Foram integradas nessa lista as substâncias activas relativamente às quais tinha sido aceite pelo menos uma notificação, em conformidade com o n.o 2 do artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 1896/2000, ou pelas quais um Estado-Membro manifestara interesse, em conformidade com o n.o 3 do artigo 5.o do mesmo regulamento. Os tipos de produto em causa foram especificados na referida lista.

(6)

O Regulamento (CE) n.o 2032/2003 admitiu que uma série de substâncias activas ou de combinações substância activa/tipo de produto, inicialmente não abrangidas pelo programa de análise, fosse examinada nas mesmas condições que as substâncias activas avaliadas no âmbito desse programa, desde que os operadores interessados apresentassem processos completos antes de 1 de Março de 2006.

(7)

O n.o 2 do artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 2032/2003 fixou a data de 1 de Setembro de 2006 para a retirada do mercado dos produtos que contivessem substâncias activas não examinadas no âmbito do programa de análise.

(8)

O n.o 3 do artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 2032/2003 estabeleceu que as substâncias activas existentes que não tivessem sido identificadas pelas pessoas que as utilizavam em produtos biocidas seriam consideradas não colocadas no mercado, na qualidade de biocida, antes de 14 de Maio de 2000. Todavia, não deve entender-se que essa equiparação a novas substâncias activas pode dar azo a que as substâncias activas existentes ilegalmente não identificadas possam beneficiar de uma autorização provisória ou do período mais dilatado de protecção de dados, reservados às substâncias activas efectivamente novas. A referida disposição deve, portanto, ser clarificada nesse sentido.

(9)

O Regulamento (CE) n.o 2032/2003 introduziu a possibilidade de os Estados-Membros solicitarem uma derrogação para os produtos biocidas que contenham substâncias activas existentes identificadas, mas não examinadas no âmbito do programa de análise, que os Estados-Membros considerem indispensáveis, por motivos sanitários, de segurança ou de protecção do património cultural, ou cuja utilização seja essencial para o funcionamento da sociedade, na ausência de alternativas ou substituintes técnica e economicamente viáveis que sejam aceitáveis dos pontos de vista do ambiente e da saúde. Essa derrogação só é concedida aos Estados-Membros requerentes se os pedidos forem justificados, a utilização continuada da substância não suscitar preocupações em relação à saúde humana e ao ambiente e, se for caso disso, estiverem a ser desenvolvidas alternativas. Os Estados-Membros devem poder continuar a solicitar tais derrogações, nomeadamente em relação a substâncias activas que tenha sido decidido não incluir no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE. Dado que o programa de análise referido no n.o 2 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE só decorre até 14 de Maio de 2010, esse tipo de derrogação não deve continuar além dessa data.

(10)

Certas substâncias ou produtos normalmente consumidos por pessoas ou animais para a sua subsistência também podem ser utilizados para atrair ou repelir organismos nocivos. Existe o consenso geral de que as exigências de autorização e registo da Directiva 98/8/CE se afiguram injustificadas no caso dessas substâncias e que estas devem ser expressamente excluídas do âmbito de aplicação da directiva. Considerando que uma revisão da Directiva 98/8/CE demorará bastante tempo e que, durante esse período, a viabilidade comercial dos produtos em causa pode ser afectada de modo irreversível, é conveniente adiar a retirada desses produtos do mercado até 14 de Maio de 2010.

(11)

Um Estado-Membro que tenha manifestado interesse em que uma determinada substância activa seja analisada não deve ser designado Estado-Membro relator dessa substância.

(12)

Para evitar duplicações de esforços e, em especial, a fim de reduzir os ensaios em vertebrados, as disposições em matéria de elaboração e apresentação dos processos completos devem incentivar todos aqueles cujas notificações tenham sido aceites, adiante designados por «participantes», a agir de forma colectiva, nomeadamente mediante a apresentação de processos colectivos. O Estado-Membro relator deve poder divulgar a referência de quaisquer ensaios de substâncias activas existentes notificadas que tenham sido realizados em vertebrados, a menos que essa referência seja confidencial, em conformidade com o artigo 19.o da Directiva 98/8/CE. Por outro lado, a fim de adquirir experiência sobre a adequação dos dados exigidos e de garantir que as substâncias activas sejam analisadas com um máximo de eficiência e um mínimo de custos, os participantes devem ser incentivados a prestar informações sobre os custos da compilação dos processos e sobre a necessidade de efectuar ensaios em vertebrados.

(13)

A fim de evitar atrasos, os participantes devem iniciar o debate com os Estados-Membros relatores o mais rapidamente possível, de modo a dissipar eventuais dúvidas relacionadas com os dados exigidos. De modo a não perturbar o bom funcionamento do programa de análise e a não colocar os participantes numa situação de desvantagem, os requerentes, não participantes, que pretendam solicitar, em conformidade com o artigo 11.o da Directiva 98/8/CE, a inclusão no anexo I, IA ou IB da mesma de uma combinação substância activa/tipo de produto que se encontre em avaliação no âmbito do programa de análise não devem apresentar processos completos relativos a essa combinação antes ou depois dos participantes.

(14)

É necessário definir o conteúdo e o formato dos processos, bem como o número de processos a apresentar.

(15)

Devem ser adoptadas disposições para o caso de um produtor, formulador ou associação se juntar a um participante e de um participante se retirar do programa de análise.

(16)

Os produtores, formuladores ou associações devem, num prazo determinado, poder assumir as funções de participante de uma combinação substância activa existente/tipo de produto da qual todos os participantes se tenham retirado ou cujos processos não preencham os requisitos. No mesmo prazo, um Estado-Membro deve igualmente poder, em determinadas circunstâncias, manifestar interesse e agir como participante com vista à inclusão da referida combinação no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE.

(17)

Para desincentivar abusos no recurso à possibilidade de manter uma substância activa no mercado enquanto estiver a ser examinada no âmbito do programa de análise, as funções de participante de uma dada combinação substância activa/tipo de produto só devem poder ser assumidas por outra pessoa ou por um Estado-Membro uma única vez. Pelo mesmo motivo, uma pessoa ou Estado-Membro que assuma as funções de participante deve, num prazo determinado, fornecer prova do início dos trabalhos de compilação de um processo completo.

(18)

Devem ser fixados prazos para os Estados-Membros relatores verificarem se os processos estão completos. Em circunstâncias excepcionais, os Estados-Membros relatores devem poder fixar um novo prazo para a apresentação de determinadas partes de um processo, nomeadamente se o participante tiver demonstrado a impossibilidade de apresentar a informação atempadamente ou a fim de dissipar eventuais dúvidas relacionadas com os dados exigidos, que subsistam não obstante o debate havido entre o participante e o Estado-Membro relator.

(19)

O Estado-Membro relator deve examinar e avaliar o processo relativo a cada substância activa existente e apresentar os resultados à Comissão e aos demais Estados-Membros sob a forma de um relatório da autoridade competente e de uma recomendação sobre a decisão a adoptar no que respeita à substância activa em causa. Para não prolongar desnecessariamente o processo de decisão, o Estado-Membro relator deve ainda ponderar cuidadosamente a necessidade de estudos suplementares. Pela mesma razão, os Estados-Membros relatores só em determinadas condições devem ser obrigados a ter em conta informações apresentadas depois da aceitação dos processos.

(20)

Os relatórios da autoridade competente devem ser examinados pelos demais Estados-Membros antes de os relatórios de avaliação serem apresentados ao Comité Permanente dos Produtos Biocidas.

(21)

Se, não obstante a recomendação de inclusão de uma substância activa no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE, subsistirem preocupações, na acepção do n.o 5 do artigo 10.o da mesma, a Comissão deve poder ter em conta, sem prejuízo do disposto no artigo 12.o dessa directiva, os resultados finais da avaliação de outras substâncias activas existentes com a mesma utilização. Deve ser previsto que, se necessário, os Estados-Membros relatores actualizem os relatórios da autoridade competente.

(22)

Para garantir melhor acesso à informação, devem ser elaborados relatórios de avaliação com base nos relatórios apresentados pelas autoridades competentes dos Estados-Membros, os quais devem estar sujeitos a regras de acesso à informação idênticas às aplicáveis aos relatórios das autoridades competentes. Os relatórios de avaliação devem ser elaborados a partir do relatório inicial da autoridade competente, uma vez introduzidas as alterações decorrentes de todos os documentos, observações e informações tidos em conta no processo de avaliação.

(23)

Deve ser possível suspender os procedimentos previstos no presente regulamento devido à aplicação de outros actos comunitários, nomeadamente a Directiva 76/769/CEE do Conselho, de 27 de Julho de 1976, relativa à aproximação das disposições legislativas, regulamentares e administrativas dos Estados-Membros respeitantes à limitação da colocação no mercado e da utilização de algumas substâncias e preparações perigosas (4), e, após 1 de Junho de 2009, o título VIII e o anexo XVII do Regulamento (CE) n.o 1907/2006.

(24)

Para melhor eficácia do programa de análise, algumas combinações substância activa/tipo de produto foram reatribuídas a outros Estados-Membros relatores. Essa evolução deve ser reflectida no anexo II do presente regulamento.

(25)

O Regulamento (CE) n.o 2032/2003 foi alterado diversas vezes (5), para ter em conta a adesão de novos Estados-Membros e a experiência adquirida na execução do programa de análise e, em especial, para não incluir uma série de substâncias activas nos anexos I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE, quer porque as informações necessárias não foram apresentadas no prazo fixado, quer por inobservância do disposto no artigo 10.o da mesma. Esta prática, de constante actualização do Regulamento (CE) n.o 2032/2003 para acompanhar a evolução do programa de análise, revelou-se ineficaz e morosa. Além disso, pode confundir os interessados, quanto às regras aplicáveis e às substâncias activas que se encontram em processo de análise. Por razões de clareza, é preferível, por um lado, revogar o Regulamento (CE) n.o 2032/2003 e substituí-lo por um acto novo, mais simples, que estabeleça as regras do programa de análise e, por outro, que a Comissão adopte as futuras decisões de não inclusão em actos separados.

(26)

As medidas previstas no presente regulamento estão em conformidade com o parecer do Comité Permanente dos Produtos Biocidas,

ADOPTOU O PRESENTE REGULAMENTO:

Artigo 1.o

Objecto

O presente regulamento estabelece as regras de execução do programa de trabalho de análise sistemática de todas as substâncias activas já existentes no mercado em 14 de Maio de 2000 na qualidade de substância activa de produtos biocidas, adiante designado por «programa de análise», mencionado no n.o 2 do artigo 16.o da Directiva 98/8/CE.

Artigo 2.o

Definições

Para efeitos do presente regulamento, são aplicáveis as definições constantes do artigo 2.o da Directiva 98/8/CE e do artigo 2.o do Regulamento (CE) n.o 1896/2000.

Além disso, entende-se por «participante» um produtor, formulador ou associação que tenha apresentado uma notificação aceite pela Comissão, em conformidade com o n.o 2 do artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 1896/2000, ou um Estado-Membro que tenha manifestado interesse, na acepção do n.o 3 do artigo 5.o do mesmo regulamento.

Artigo 3.o

Substâncias activas existentes

1.   O anexo I contém a lista das substâncias activas disponíveis no mercado antes de 14 de Maio de 2000 que foram identificadas como substâncias activas de produtos biocidas para fins diversos dos referidos no n.o 2, alíneas c) e d), do artigo 2.o da Directiva 98/8/CE.

2.   O anexo II contém a lista exaustiva das substâncias activas existentes a examinar no âmbito do programa de análise.

Essa lista inclui as seguintes substâncias activas:

a)

Substâncias activas existentes notificadas em conformidade com o n.o 1 do artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 1896/2000 ou com o n.o 2 do artigo 4.o do Regulamento (CE) n.o 1687/2002 da Comissão (6);

b)

Substâncias activas existentes que não foram notificadas, mas relativamente às quais um Estado-Membro manifestou interesse em sustentar a inclusão das mesmas no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE;

c)

Substâncias activas existentes que não foram notificadas, mas relativamente às quais foi apresentado um processo a um dos Estados-Membros até 1 de Março de 2006, o qual foi considerado conforme com os requisitos do anexo III e aceite como completo.

A mesma lista especifica, para cada substância activa existente dela constante, os tipos de produto relativamente aos quais a substância será examinada no âmbito do programa de análise, bem como o Estado-Membro relator designado para efectuar a avaliação.

Artigo 4.o

Não inclusão

1.   Sem prejuízo dos artigos 5.o e 6.o e do n.o 2, os produtos biocidas que contenham substâncias activas não constantes do anexo II do presente regulamento ou dos anexos I ou IA da Directiva 98/8/CE deixam de poder ser colocados no mercado.

No caso das substâncias activas constantes do anexo II, o primeiro parágrafo será igualmente aplicável a qualquer tipo de produto não constante do mesmo anexo.

2.   Os produtos biocidas que contenham substâncias activas constantes do anexo II, relativamente às quais tenha sido decidido não as incluir, no tocante a alguns ou a todos os tipos de produto correspondentes notificados, no anexo I ou IA da Directiva 98/8/CE, deixam, no referente aos tipos de produto em causa, de poder ser colocados no mercado, com efeitos 12 meses após a data de publicação da medida em causa, salvo se for outro o prazo nesta estabelecido.

3.   Sem prejuízo do n.o 1, alínea b), do artigo 12.o e do n.o 2 do artigo 15.o da Directiva 98/8/CE, a partir da data de entrada em vigor do presente regulamento, considerar-se-á que qualquer substância activa não constante do anexo I não foi colocada no mercado, na qualidade de biocida, antes de 14 de Maio de 2000.

Artigo 5.o

Derrogação aplicável às utilizações essenciais

1.   Os Estados-Membros podem solicitar à Comissão uma derrogação do n.o 1 do artigo 4.o, sempre que considerem que uma substância activa lhes é indispensável, por motivos sanitários, de segurança ou de protecção do património cultural, ou que a utilização da substância é essencial para o funcionamento da sociedade, na ausência de alternativas ou substituintes técnica e economicamente viáveis que sejam aceitáveis dos pontos de vista do ambiente e da saúde.

Os pedidos serão acompanhados de um documento que indique os motivos e a justificação para tal.

2.   Os pedidos referidos no n.o 1 serão enviados pela Comissão aos demais Estados-Membros e divulgados publicamente por via electrónica.

Os Estados-Membros ou qualquer pessoa interessada podem apresentar observações por escrito à Comissão durante um período de 60 dias a contar da data de recepção de um pedido.

3.   A Comissão, tendo em conta as observações recebidas, pode conceder uma derrogação do n.o 1 do artigo 4.o que autorize a colocação da substância no mercado dos Estados-Membros requerentes o mais tardar até 14 de Maio de 2010, na condição de os Estados-Membros:

a)

Garantirem que a utilização continuada da substância em causa apenas seja possível se os produtos que a contiverem forem aprovados para a utilização essencial prevista;

b)

Concluírem, atendendo às informações disponíveis, ser legítimo admitir que a utilização continuada da substância não apresenta efeitos inaceitáveis na saúde humana e animal nem no ambiente;

c)

Adoptarem as medidas adequadas de redução dos riscos sempre que concedam uma aprovação;

d)

Garantirem que os produtos biocidas aprovados nessas condições que permaneçam no mercado após 1 de Setembro de 2006 sejam rotulados de novo de uma forma que reflicta as condições de utilização estabelecidas pelos Estados-Membros em conformidade com o presente número;

e)

Assegurarem, consoante o caso, que os titulares das aprovações ou os Estados-Membros em causa procurem alternativas às utilizações em questão ou que seja elaborado um processo para apresentação, o mais tardar em 14 de Maio de 2008, em conformidade com o procedimento estabelecido no artigo 11.o da Directiva 98/8/CE.

4.   Os Estados-Membros em causa informarão anualmente a Comissão da aplicação do n.o 3, nomeadamente sobre as medidas tomadas em observância da alínea e).

5.   Os Estados-Membros podem, a qualquer momento, reapreciar as aprovações de produtos biocidas cujo período de colocação no mercado tenha sido prolongado em conformidade com o n.o 3. Sempre que existam motivos para supor que alguma das condições estabelecidas nas alíneas a) a e) do n.o 3 deixou de ser satisfeita, os Estados-Membros em causa adoptarão sem demora medidas destinadas a remediar a situação ou, caso tal não seja possível, revogarão as aprovações dos produtos biocidas em causa.

Artigo 6.o

Géneros alimentícios e alimentos para animais

Em derrogação do n.o 1 do artigo 4.o, os Estados-Membros podem autorizar, o mais tardar até 14 de Maio de 2010, a colocação no mercado de substâncias activas que consistam exclusivamente em géneros alimentícios ou alimentos para animais, destinadas a ser utilizadas como repelentes ou atractivos, do tipo de produto 19.

Para efeitos desta derrogação, entende-se por «género alimentício ou alimento para animais» uma substância ou produto edível de origem vegetal ou animal, transformado, parcialmente transformado ou não transformado, que se destine a ser ingerido por pessoas ou animais ou que seja razoável esperar que o seja. Esta categoria não inclui extractos de géneros alimentícios ou de alimentos para animais nem substâncias específicas deles isoladas.

Artigo 7.o

Exame de substâncias activas existentes no âmbito do programa de análise

1.   O Estado-Membro relator designado para o efeito analisará o processo completo relativo às combinações substância/tipo de produto de uma substância activa constante do anexo II, no que respeita aos tipos de produto especificados, se:

a)

O processo preencher os requisitos enunciados no anexo III;

b)

O processo completo for apresentado no período indicado no artigo 9.o para o tipo de produto em causa e for acompanhado do resumo previsto no n.o 1, alínea b), do artigo 11.o da Directiva 98/8/CE e definido no anexo III do presente regulamento.

Uma substância activa constante do anexo II será analisada exclusivamente no que respeita aos tipos de produto nele especificados.

A avaliação dos processos referentes às combinações substância activa/tipo de produto a que se refere o n.o 2, alínea c), do artigo 3.o, com excepção dos tipos de produto 8 e 14, terá início em simultâneo com a dos processos relativos às substâncias activas que os mesmos tipos de produto contenham.

2.   Um Estado-Membro que tenha manifestado interesse em sustentar a inclusão de uma substância activa no anexo I, IA ou IB da Directiva não será designado Estado-Membro relator dessa substância.

3.   Sem prejuízo dos artigos 10.o, 11.o e 12.o, qualquer pessoa que não seja participante pode, em conformidade com o artigo 11.o da Directiva 98/8/CE, solicitar a inclusão no anexo I, IA ou IB da mesma de uma combinação substância activa existente/tipo de produto constante do anexo II do presente regulamento. A pessoa em causa apresentará, no período indicado no artigo 9.o, um processo completo relativo à combinação substância/tipo de produto em questão.

Artigo 8.o

Elaboração do processo completo

1.   Na elaboração de processos completos, serão envidados todos os esforços razoáveis para, nomeadamente, evitar duplicações de ensaios em vertebrados e, se for caso disso, constituir processos completos colectivos.

2.   Antes de dar início à compilação do processo completo, o participante deve:

a)

Informar o Estado-Membro relator dos ensaios em vertebrados que eventualmente já tenha efectuado;

b)

Contactar o Estado-Membro relator para solicitar o parecer deste sobre a aceitabilidade das justificações apresentadas para a dispensa de determinados estudos;

c)

Informar o Estado-Membro relator da eventual intenção de efectuar mais ensaios em vertebrados para o processo completo;

d)

Quando informado pelo Estado-Membro relator de que outro participante lhe comunicou pretender realizar os mesmos ensaios, envidar todos os esforços razoáveis para cooperar com esse participante na realização dos ensaios comuns.

Os pareceres formulados pelos Estados-Membros relatores em conformidade com a alínea b) não predeterminarão o resultado da verificação da completitude dos processos prevista no n.o 1 do artigo 13.o

3.   Um Estado-Membro relator pode divulgar a referência de um ensaio em vertebrados de uma substância activa constante do anexo II, a menos que essa referência deva ser considerada confidencial, em conformidade com o artigo 19.o da Directiva 98/8/CE. A referência em causa pode incluir a denominação da substância activa, os parâmetros do ensaio e o endereço de contacto do proprietário dos dados.

4.   Caso um Estado-Membro relator tenha conhecimento de que mais do que um participante pretende que uma determinada substância activa seja analisada, informará desse facto os participantes em causa.

5.   Os participantes que pretenderem que uma mesma substância activa seja analisada para os mesmos tipos de produto envidarão todos os esforços razoáveis para apresentar um processo completo colectivo, sem deixar de respeitar todas as disposições comunitárias em matéria de concorrência.

Se, naquelas circunstâncias, não for apresentado um processo colectivo, cada processo individual deve dar conta dos esforços de cooperação envidados e dos motivos por que não se participou no trabalho colectivo.

6.   O processo completo e o resumo do processo darão conta dos esforços envidados para evitar duplicações de ensaios em vertebrados.

7.   A fim de prestar informações sobre os custos ocasionados pelos pedidos de análise e sobre a necessidade de efectuar ensaios em animais para a compilação do processo completo, os participantes podem apresentar ao Estado-Membro relator, juntamente com os processos completos, uma discriminação do custo das acções realizadas e uma lista dos estudos efectuados.

O Estado-Membro relator comunicará essa informação à Comissão quando da apresentação do relatório da autoridade competente em conformidade com o n.o 4 do artigo 14.o

8.   As informações sobre os custos ocasionados pela compilação do processo completo e sobre os ensaios em animais efectuados para o efeito serão incluídas no relatório referido no n.o 5 do artigo 18.o da Directiva 98/8/CE juntamente com quaisquer recomendações apropriadas sobre alterações dos dados exigidos, destinadas a minimizar a necessidade de ensaios em vertebrados e a garantir proporcionalidade e um máximo de eficiência e um mínimo de custos.

Artigo 9.o

Apresentação do processo completo

1.   Salvo se o Estado-Membro relator o determinar de outro modo, o participante apresentará ao Estado-Membro relator um exemplar em papel e um exemplar em formato electrónico do processo completo.

Além disso, o participante deve, em conformidade com o n.o 3 do artigo 13.o, apresentar à Comissão e a cada um dos demais Estados-Membros um exemplar em papel e outro em formato electrónico do resumo do processo. Se um Estado-Membro pretender receber apenas o formato electrónico ou mais exemplares, informará a Comissão, que divulgará essa informação por via electrónica. Se, posteriormente, o Estado-Membro em causa tomar outra decisão, informará sem demora a Comissão, que actualizará em conformidade a informação divulgada sobre o assunto.

2.   A autoridade competente do Estado-Membro relator terá de receber os processos completos relativos às substâncias activas existentes constantes do anexo II nos seguintes períodos:

a)

Tipos de produto 8 e 14: até 28 de Março de 2004;

b)

Tipos de produto 16, 18, 19 e 21: entre 1 de Novembro de 2005 e 30 de Abril de 2006;

c)

Tipos de produto 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 13: entre 1 de Fevereiro de 2007 e 31 de Julho de 2007;

d)

Tipos de produto 7, 9, 10, 11, 12, 15, 17, 20, 22 e 23: entre 1 de Maio de 2008 e 31 de Outubro de 2008.

Artigo 10.o

Incorporação e substituição de participantes

Se, por mútuo acordo, um produtor, formulador ou associação se juntar a um participante ou o substituir na apresentação do processo completo, todas as partes no acordo informarão conjuntamente desse facto a Comissão e o Estado-Membro relator, anexando as eventuais cartas de acesso pertinentes.

A Comissão informará desse facto qualquer outro participante que pretenda que a mesma substância activa seja analisada para os mesmos tipos de produto.

Artigo 11.o

Retirada de participantes

1.   Se um participante pretender descontinuar a sua participação no programa de análise, informará disso sem demora, por escrito, o Estado-Membro relator competente e a Comissão, indicando as suas razões.

A Comissão informará desse facto os demais Estados-Membros e qualquer outro participante que pretenda que a mesma substância activa seja analisada para os mesmos tipos de produto.

2.   Se todos os participantes de uma combinação substância activa existente/tipo de produto se retirarem, a Comissão informará disso os Estados-Membros e divulgará essa informação por via electrónica.

Artigo 12.o

Assunção das funções de participante

1.   No prazo de três meses a contar da divulgação por via electrónica da informação referida no n.o 2 do artigo 11.o, qualquer produtor, formulador, associação ou outra pessoa pode informar a Comissão de que pretende assumir as funções de participante de uma combinação substância activa existente/tipo de produto.

Caso existam utilizações que considere essenciais, nomeadamente para a protecção da saúde humana ou animal ou do ambiente, um Estado-Membro pode igualmente, no prazo referido no primeiro parágrafo, manifestar à Comissão interesse em assumir as funções de participante com vista a sustentar a inclusão da combinação substância activa existente/tipo de produto em causa no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE.

2.   A pessoa ou Estado-Membro que pretenda assumir as funções do participante que se retirou fornecerá à Comissão, no prazo de três meses a contar da comunicação da sua intenção a esta última, prova de que já se encontram atribuídos os trabalhos de compilação de um processo completo.

3.   A Comissão decidirá com base na prova referida no n.o 2 se autoriza ou não a pessoa ou Estado-Membro interessado a assumir as funções de participante.

Se a Comissão autorizar a pessoa ou Estado-Membro interessado a assumir as funções de participante, pode decidir prolongar, se necessário, o período correspondente, indicado no artigo 9.o, para a apresentação de um processo completo.

4.   A assunção das funções de participante de uma dada combinação substância activa existente/tipo de produto só pode ser autorizada uma única vez.

5.   Se a Comissão não receber qualquer resposta em conformidade com o n.o 1, decidirá pela não inclusão da substância activa existente no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE, no âmbito do programa de análise, para os tipos de produto em causa.

Artigo 13.o

Verificação da completitude dos processos

1.   No prazo de três meses a contar da recepção do processo referente a uma combinação substância activa existente/tipo de produto e o mais tardar três meses após o termo do período correspondente indicado no n.o 2 do artigo 9.o, o Estado-Membro relator verificará se o processo pode ser aceite como completo, em conformidade com o n.o 1, alínea b), do artigo 11.o da Directiva 98/8/CE.

Se o Estado-Membro relator tiver iniciado consultas de outros Estados-Membros e da Comissão, relacionadas com a aceitabilidade de um processo, o período pode ser prolongado até as consultas serem concluídas, sem, porém, exceder seis meses a contar da recepção do processo.

2.   O Estado-Membro relator pode exigir, como condição para considerar um processo completo, a inclusão no mesmo de uma prova do pagamento antecipado da totalidade ou de uma parte dos encargos devidos em conformidade com o artigo 25.o da Directiva 98/8/CE.

3.   Se um processo for considerado completo, o Estado-Membro relator confirmará a aceitação do mesmo ao participante e dará o seu acordo ao envio por este do resumo do processo à Comissão e aos demais Estados-Membros no prazo de um mês a contar da recepção da confirmação.

Se um Estado-Membro que receba o resumo de um processo tiver razões legítimas para considerar que o processo está incompleto, comunicá-lo-á sem demora ao Estado-Membro relator, à Comissão e aos demais Estados-Membros.

O Estado-Membro relator iniciará imediatamente consultas desse Estado-Membro e da Comissão para debater o problema levantado e ultrapassar as divergências de opinião.

4.   Em circunstâncias excepcionais, o Estado-Membro relator pode estabelecer um novo prazo para a apresentação das informações que, por razões devidamente justificadas, o participante não pôde apresentar atempadamente.

O participante apresentará ao Estado-Membro relator, no prazo de três meses a contar da data em que for informado do novo prazo, prova de que já se encontram atribuídos os trabalhos de obtenção das informações em falta.

Se o Estado-Membro relator considerar que recebeu prova suficiente, efectuará a sua avaliação em conformidade com o artigo 14.o, como se o processo estivesse completo. Caso contrário, a avaliação não terá início antes da apresentação das informações em falta.

5.   Se não for recebido um processo completo no período indicado no artigo 9.o ou no novo prazo eventualmente fixado em conformidade com o n.o 4, o Estado-Membro relator informará a Comissão, indicando as justificações apresentadas pelo participante.

O Estado-Membro relator informará igualmente a Comissão se o participante não apresentar a prova prevista no segundo parágrafo do n.o 4.

Nos casos referidos nos primeiro e segundo parágrafos e se nenhum outro processo disser respeito à mesma combinação substância activa existente/tipo de produto, considerar-se-á que todos os participantes se retiraram e aplicar-se-ão, mutatis mutandis, o n.o 2 do artigo 11.o e o artigo 12.o

Artigo 14.o

Avaliação de processos pelo Estado-Membro relator

1.   Se considerar um processo completo, o Estado-Membro relator avaliá-lo-á em conformidade com o n.o 2 do artigo 11.o da Directiva 98/8/CE, no prazo de doze meses a contar da aceitação do processo, e elaborará um relatório dessa avaliação, adiante designado por «relatório da autoridade competente».

Sem prejuízo do disposto no artigo 12.o da Directiva 98/8/CE, o Estado-Membro relator pode ter em conta outras informações técnicas ou científicas pertinentes relativas às propriedades da substância activa ou de metabolitos ou resíduos.

2.   O Estado-Membro relator só pode, a pedido de um participante, ter em conta informações suplementares relativas a uma substância activa cujo processo tenha sido aceite como completo se forem satisfeitas as seguintes condições:

a)

Quando da apresentação do processo, o participante informou o Estado-Membro relator de que estavam a ser preparadas informações suplementares;

b)

As informações suplementares são apresentadas o mais tardar nove meses após a aceitação do processo em conformidade com o n.o 3 do artigo 13.o;

c)

Graças à aplicação de normas de qualidade iguais ou superiores, as informações suplementares são tão ou mais fiáveis do que os dados apresentados inicialmente;

d)

Comparativamente aos dados apresentados inicialmente, as informações suplementares apontam para uma conclusão diferente sobre a substância activa, para efeitos da recomendação referida no n.o 6.

O Estado-Membro relator apenas terá em conta informações suplementares apresentadas por pessoas que não sejam o participante se essas informações satisfizerem as condições enunciadas nas alíneas b), c) e d) do primeiro parágrafo.

3.   Caso se revele pertinente no âmbito da aplicação do n.o 1, nomeadamente se tiver sido solicitada a apresentação de informações suplementares até ao termo de um prazo fixado pelo Estado-Membro relator, quando receber essas informações, este pode exigir que o participante apresente resumos do processo actualizados à Comissão e aos demais Estados-Membros.

Considerar-se-á que todos os participantes se retiraram e aplicar-se-ão, mutatis mutandis, o n.o 2 do artigo 11.o e o artigo 12.o se:

a)

As informações suplementares não forem recebidas dentro do prazo;

b)

O participante não invocar uma justificação adequada para se continuar a prorrogar o prazo;

c)

Nenhum outro processo disser respeito à mesma combinação substância activa existente/tipo de produto.

4.   O Estado-Membro relator enviará, sem demora, uma cópia do relatório da autoridade competente à Comissão, aos demais Estados-Membros e ao participante.

5.   Se os encargos devidos em conformidade com o artigo 25.o da Directiva 98/8/CE não tiverem sido integralmente pagos, o Estado-Membro relator pode decidir reter o relatório da autoridade competente, informando nesse caso o participante e a Comissão do facto.

Considerar-se-á que todos os participantes se retiraram e aplicar-se-ão, mutatis mutandis, o n.o 2 do artigo 11.o e o artigo 12.o se:

a)

O pagamento integral não for recebido no prazo de três meses a contar da data de recepção da referida informação;

b)

Nenhum outro processo disser respeito à mesma combinação substância activa existente/tipo de produto.

6.   O relatório da autoridade competente será apresentado no formato recomendado pela Comissão e incluirá um dos seguintes elementos:

a)

Uma recomendação de inclusão da substância activa existente no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE, especificando, se for caso disso, as condições de inclusão;

b)

Uma recomendação, devidamente justificada, de não inclusão da substância activa existente no anexo I, IA ou IB da Directiva 98/8/CE.

Artigo 15.o

Procedimentos da Comissão

1.   Quando a Comissão receber um relatório da autoridade competente em conformidade com o n.o 4 do artigo 14.o elaborará, sem demora, a proposta de decisão referida no artigo 27.o da Directiva 98/8/CE.

2.   Quando tal for necessário em face das observações recebidas sobre o relatório da autoridade competente, a Comissão, antes de elaborar a proposta de decisão referida no n.o 1, consultará peritos dos Estados-Membros para solucionar quaisquer problemas que permaneçam por resolver. Em caso de necessidade, e a pedido da Comissão, o Estado-Membro relator actualizará o relatório da autoridade competente.

3.   Se uma substância activa existente, não obstante uma recomendação de inclusão em conformidade com o n.o 6 do artigo 14.o, continuar a suscitar preocupações, na acepção do n.o 5 do artigo 10.o da Directiva 98/8/CE, a Comissão pode, sem prejuízo do disposto no artigo 12.o da mesma directiva, ter em conta os resultados finais da avaliação de outras substâncias activas existentes com a mesma utilização.

4.   O Estado-Membro relator actualizará o relatório da autoridade competente com base nos documentos e informações referidos no n.o 2 do artigo 27.o da Directiva 98/8/CE. A primeira parte desse relatório constituirá o relatório de avaliação, que será analisado no quadro do Comité Permanente dos Produtos Biocidas. Se tiverem sido apresentados vários processos para a mesma combinação substância activa/tipo de produto, o Estado-Membro relator elaborará um único relatório de avaliação, com base nas informações constantes de todos esses processos.

Artigo 16.o

Acesso à informação

Após a apresentação, pelo Estado-Membro relator, do relatório da autoridade competente, em conformidade com o n.o 4 do artigo 14.o, ou depois da conclusão ou actualização de um relatório de avaliação no quadro do Comité Permanente dos Produtos Biocidas, a Comissão divulgará o relatório ou actualização em questão por via electrónica, excepto as informações que devam ser consideradas confidenciais, em conformidade com o artigo 19.o da Directiva 98/8/CE.

Artigo 17.o

Suspensão de procedimentos

Se a Comissão apresentar, relativamente a uma substância activa constante do anexo II, uma proposta de alteração da Directiva 76/769/CEE ou, com efeitos a partir de 1 de Junho de 2009, do anexo XVII do Regulamento (CE) n.o 1907/2006 com vista à proibição da colocação no mercado ou da utilização, incluindo na qualidade de biocida, dessa substância activa em alguns ou todos os tipos de produto, podem suspender-se os procedimentos previstos no presente regulamento no que respeita à utilização da substância em causa nos tipos de produto em questão, enquanto se aguarde uma decisão sobre a referida proposta.

Artigo 18.o

Revogação

É revogado o Regulamento (CE) n.o 2032/2003.

As remissões para o regulamento revogado passam a ser consideradas remissões para o presente regulamento.

Artigo 19.o

Entrada em vigor

O presente regulamento entra em vigor no vigésimo dia seguinte ao da sua publicação no Jornal Oficial da União Europeia.

O presente regulamento é obrigatório em todos os seus elementos e directamente aplicável em todos os Estados-Membros.

Feito em Bruxelas, em 4 de Dezembro de 2007.

Pela Comissão

Stavros DIMAS

Membro da Comissão


(1)  JO L 123 de 24.4.1998, p. 1. Directiva com a última redacção que lhe foi dada pela Directiva 2007/47/CE (JO L 247 de 21.9.2007, p. 21).

(2)  JO L 228 de 8.9.2000, p. 6. Regulamento alterado pelo Regulamento (CE) n.o 2032/2003 (JO L 307 de 24.11.2003, p. 1).

(3)  JO L 307 de 24.11.2003, p. 1. Regulamento com a última redacção que lhe foi dada pelo Regulamento (CE) n.o 1849/2006 (JO L 355 de 15.12.2006, p. 63).

(4)  JO L 262 de 27.9.1976, p. 201. Directiva com a última redacção que lhe foi dada pela Directiva 2007/51/CE do Parlamento Europeu e do Conselho (JO L 257 de 3.10.2007, p. 13).

(5)  Pelo Regulamento (CE) n.o 1048/2005 (JO L 178 de 9.7.2005, p. 1) e pelo Regulamento (CE) n.o 1849/2006 (JO L 355 de 15.12.2006, p. 63).

(6)  JO L 258 de 26.9.2002, p. 15.


ANEXO I

SUBSTÂNCIAS ACTIVAS EXISTENTES

Designação (EINECS e/ou outras)

Número CE

Número CAS

Formaldeído

200-001-8

50-00-0

Ergocalciferol/Vitamina D2

200-014-9

50-14-6

Ácido láctico

200-018-0

50-21-5

Clofenotano/DDT

200-024-3

50-29-3

Ácido ascórbico

200-066-2

50-81-7

Éter 2-(2-butoxietoxi)etílico e 6-propilpiperonílico/Butóxido de piperonilo

200-076-7

51-03-6

2,4-Dinitrofenol

200-087-7

51-28-5

2-Imidazol-4-iletilamina

200-100-6

51-45-6

Bronopol

200-143-0

52-51-7

Triclorfão

200-149-3

52-68-6

Salicilato de sódio

200-198-0

54-21-7

Fentião

200-231-9

55-38-9

Trinitrato de glicerol

200-240-8

55-63-0

Óxido de bis(tributilestanho)

200-268-0

56-35-9

Acetato de tributilestanho

200-269-6

56-36-0

Cumafos

200-285-3

56-72-4

Glicerol

200-289-5

56-81-5

Diacetato de clorexidina

200-302-4

56-95-1

Isotiocianato de alilo

200-309-2

57-06-7

Brometo de cetrimónio/Brometo de hexadeciltrimetilamónio

200-311-3

57-09-0

Ureia

200-315-5

57-13-6

Estricnina

200-319-7

57-24-9

Propano-1,2-diol

200-338-0

57-55-6

Etinilestradiol

200-342-2

57-63-6

Cafeína

200-362-1

58-08-2

Óxido de difenoxarsin-10-ilo

200-377-3

58-36-6

γ-HCH ou γ-BHC/Lindano/1,2,3,4,5,6-hexaclorociclo-hexano

200-401-2

58-89-9

Sulfaquinoxalina

200-423-2

59-40-5

Clorocresol

200-431-6

59-50-7

2-Feniletanol

200-456-2

60-12-8

Dimetoato

200-480-3

60-51-5

Cloreto de metiltionínio

200-515-2

61-73-4

Tioureia

200-543-5

62-56-6

Diclorvos

200-547-7

62-73-7

Carbaril

200-555-0

63-25-2

Etanol

200-578-6

64-17-5

Ácido fórmico

200-579-1

64-18-6

Ácido acético

200-580-7

64-19-7

Ácido benzóico

200-618-2

65-85-0

Propan-2-ol

200-661-7

67-63-0

Clorofórmio/Triclorometano

200-663-8

67-66-3

Colecalciferol

200-673-2

67-97-0

Ácido salicílico

200-712-3

69-72-7

Hexaclorofeno

200-733-8

70-30-4

Propan-1-ol

200-746-9

71-23-8

Butan-1-ol

200-751-6

71-36-3

Metoxicloro

200-779-9

72-43-5

Bromometano/Brometo de metilo

200-813-2

74-83-9

Cianeto de hidrogénio

200-821-6

74-90-8

Metaldeído

200-836-8

9002-91-9

Dissulfureto de carbono

200-843-6

75-15-0

Óxido de etileno

200-849-9

75-21-8

Iodofórmio/Triiodometano

200-874-5

75-47-8

Hidroperóxido de terc-butilo

200-915-7

75-91-2

Tricloronitrometano

200-930-9

76-06-2

Bornan-2-ona/Cânfora

200-945-0

76-22-2

(3aS,6aR,7aS,8S,11aS,11bS,11cS)-1,3a,4,5,6a,7,7a,8,11,11a,11b,11c-dodeca-hidro-2,10-dimetoxi-3,8,11a,11c-tetrametildibenzo[de,g]cromeno-1,5,11-triona/Quassina

200-985-9

76-78-8

1,3-Dibromo-5,5-dimetil-hidantoína

201-030-9

77-48-5

Ácido 3β-hidroxiurs-12-en-28-óico/Ácido ursólico

201-034-0

77-52-1

Ácido cítrico

201-069-1

77-92-9

Ácido cítrico mono-hidratado

201-069-1

5949-29-1

Ácido 1,3,4,5-tetra-hidroxiciclo-hexanocarboxílico

201-072-8

77-95-2

Linalol

201-134-4

78-70-6

2-Metilpropan-1-ol

201-148-0

78-83-1

2-Cloroacetamida

201-174-2

79-07-2

Ácido bromoacético

201-175-8

79-08-3

Ácido propiónico

201-176-3

79-09-4

Ácido cloroacético

201-178-4

79-11-8

Ácido glicólico

201-180-5

79-14-1

Ácido peracético

201-186-8

79-21-0

Ácido l-(+)-láctico

201-196-2

79-33-4

p-(1,1-Dimetilpropil)fenol

201-280-9

80-46-6

Pin-2(3)-eno

201-291-9

80-56-8

Senosida A

201-339-9

81-27-6

Warfarina

201-377-6

81-81-2

Cumacloro

201-378-1

81-82-3

Difacinona

201-434-5

82-66-6

Carbonato de etilquinina

201-500-3

83-75-0

(2R,6aS,12aS)-1,2,6,6a,12,12a-hexa-hidro-2-isopropenil-8,9-dimetoxicromeno[3,4-b]furo[2,3-h]cromen-6-ona/Rotenona

201-501-9

83-79-4

Antraquinona

201-549-0

84-65-1

Ftalato de dibutilo

201-557-4

84-74-2

Salicilanilida

201-727-8

87-17-2

Ácido (+)-tartárico

201-766-0

87-69-4

Pentaclorofenol

201-778-6

87-86-5

Simclosena

201-782-8

87-90-1

Cloroxilenol

201-793-8

88-04-0

2,4,6-Triclorofenol

201-795-9

88-06-2

Mentol

201-939-0

89-78-1

Isopulegol

201-940-6

89-79-2

Timol

201-944-8

89-83-8

Guaiacol/2-Metoxifenol

201-964-7

90-05-1

Bifenil-2-ol

201-993-5

90-43-7

Naftaleno

202-049-5

91-20-3

4-Hidroxibenzoato de propilo

202-307-7

94-13-3

4-Hidroxibenzoato de butilo

202-318-7

94-26-8

Peróxido de dibenzoílo

202-327-6

94-36-0

2-Etil-hexano-1,3-diol

202-377-9

94-96-2

Benzotriazole

202-394-1

95-14-7

3-Cloropropano-1,2-diol

202-492-4

96-24-2

Diclorfena

202-567-1

97-23-4

Eugenol

202-589-1

97-53-0

Alantoína

202-592-8

97-59-6

4-Hidroxibenzoato de metilo

202-785-7

99-76-3

Álcool benzílico

202-859-9

100-51-6

2,2′-[(1,1,3-trimetilpropano-1,3-diil)bis(oxi)]bis[4,4,6-trimetil-1,3,2-dioxaborinano]

202-899-7

100-89-0

Metenamina/Hexametilenotetramina

202-905-8

100-97-0

Triclocarbão

202-924-1

101-20-2

Clorprofame

202-925-7

101-21-3

1,1′,1″,1″′-Etilenodinitrilotetrapropan-2-ol

203-041-4

102-60-3

2,2′,2″-Nitrilotrietanol

203-049-8

102-71-6

Clorfenesina

203-192-6

104-29-0

Anetole

203-205-5

104-46-1

Cinamaldeído/3-Fenilpropen-2-al

203-213-9

104-55-2

2-Etil-hexan-1-ol/Isooctanol

203-234-3

104-76-7

Citronelol

203-375-0

106-22-9

Citronelal

203-376-6

106-23-0

Geraniol

203-377-1

106-24-1

1,4-Diclorobenzeno

203-400-5

106-46-7

Etilenodiamina

203-468-6

107-15-3

Cloroacetaldeído

203-472-8

107-20-0

Etano-1,2-diol

203-473-3

107-21-1

Glioxal

203-474-9

107-22-2

Formato de metilo

203-481-7

107-31-3

Butano-1,3-diol

203-529-7

107-88-0

Acetato de vinilo

203-545-4

108-05-4

Anidrido acético

203-564-8

10824-7

m-Cresol

203-577-9

108-39-4

Resorcinol

203-585-2

108-46-3

Ácido cianúrico

203-618-0

108-80-5

Fenol

203-632-7

108-95-2

Formato de etilo

203-721-0

109-94-4

Ácido succínico

203-740-4

110-15-6

Ácido hexa-2,4-dienóico/Ácido sórbico

203-768-7

110-44-1

Piridina

203-809-9

110-86-1

Morfolina

203-815-1

110-91-8

Glutaral

203-856-5

111-30-8

2-Butoxietanol

203-905-0

111-76-2

Cloreto de cetrimónio/Cloreto de hexadeciltrimetilamónio

203-928-6

112-02-7

Ácido nonanóico

203-931-2

112-05-0

Undecan-2-ona/Metilnonilcetona

203-937-5

112-12-9

2,2′-(Etilenodioxi)dietanol/Trietilenoglicol

203-953-2

112-27-6

Ácido undec-10-enóico

203-965-8

112-38-9

Ácido oleico

204-007-1

112-80-1

Ácido (Z)-docos-13-enóico

204-011-3

112-86-7

N-(2-Etil-hexil)-8,9,10-trinorborn-5-eno-2,3-dicarboximida

204-029-1

113-48-4

Propoxur

204-043-8

114-26-1

Endossulfão

204-079-4

115-29-7

Tiocianatoacetato de 1,7,7-trimetilbiciclo[2.2.1]hept-2-ilo

204-081-5

115-31-1

Dicofol

204-082-0

115-32-2

Acetato de linalilo

204-116-4

115-95-7

3,3′,4′,5,7-Penta-hidroxiflavona

204-187-1

117-39-5

1,3-Dicloro-5,5-dimetil-hidantoína

204-258-7

118-52-5

Salicilato de metilo

204-317-7

119-36-8

Clorofena

204-385-8

120-32-1

4-Hidroxibenzoato de etilo

204-399-4

120-47-8

Benzoato de benzilo

204-402-9

120-51-4

Piperonal

204-409-7

120-57-0

Indole

204-420-7

120-72-9

2,2-Dimetil-3-(3-metoxi-2-metil-3-oxoprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de 3-(but-2-enil)-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo/Cinarina II

204-454-2

121-20-0

[1R-[1α[S*(Z)],3β]]-crisantemato de 2-metil-4-oxo-3-(penta-2,4-dienil)ciclopent-2-enilo/Piretrina I

204-455-8

121-21-1

[1R-[1α[S*(Z)](3β)-3-(3-metoxi-2-metil-3-oxoprop-1-enil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de 2-metil-4-oxo-3-(penta-2,4-dienil)ciclopent-2-enilo/Piretrina II

204-462-6

121-29-9

Cloreto de benzetónio

204-479-9

121-54-0

5-Nitrotiazol-2-ilamina

204-490-9

121-66-4

Malatião

204-497-7

121-75-5

Fenitrotião

204-524-2

122-14-5

Cloreto de cetalcónio

204-526-3

122-18-9

Cloreto de benzildimetil(octadecil)amónio

204-527-9

122-19-0

Simazina

204-535-2

122-34-9

Profame

204-542-0

122-42-9

4-Fenilbutanona

204-555-1

122-57-6

2-Fenoxietanol

204-589-7

122-99-6

Cloreto de cetilpiridínio

204-593-9

123-03-5

Cloreto de cetilpiridínio mono-hidratado

204-593-9

6004-24-6

2-Etil-hexanal

204-596-5

123-05-7

Piridazina-3,6-diol/Hidrazida maleica

204-619-9

123-33-1

Ácido adípico

204-673-3

124-04-9

Ácido octanóico

204-677-5

124-07-2

Dodecilamina/Laurilamina

204-690-6

124-22-1

Dióxido de carbono

204-696-9

124-38-9

Dimetilarsinato de sódio

204-708-2

124-65-2

exo-1,7,7-Trimetilbiciclo[2.2.1]heptan-2-ol

204-712-4

124-76-5

Nitrometilidinatrimetanol

204-769-5

126-11-4

Acetato de sódio

204-823-8

127-09-3

N-Clorobenzenossulfonamida de sódio

204-847-9

127-52-6

Tosilcloramida de sódio

204-854-7

127-65-1

Éter bis(2,3,3,3-tetracloropropilo)

204-870-4

127-90-2

Dimetilditiocarbamato de potássio

204-875-1

128-03-0

Dimetilditiocarbamato de sódio

204-876-7

128-04-1

N-Bromossuccinimida

204-877-2

128-08-5

N-Clorossuccinimida

204-878-8

128-09-6

2,6-di-terc-Butil-p-cresol

204-881-4

128-37-0

Warfarina-sódio

204-929-4

129-06-6

Ftalato de dimetilo

205-011-6

131-11-3

Pentaclorofenolato de sódio

205-025-2

131-52-2

2-Bifenilato de sódio

205-055-6

132-27-4

2-Bifenilato de sódio tetra-hidratado

205-055-6

6152-33-6

Captana

205-087-0

133-06-2

N-(Triclorometiltio)ftalimida/Folpete

205-088-6

133-07-3

2,4-Dicloro-3,5-xilenol

205-109-9

133-53-9

Antranilato de metilo

205-132-4

134-20-3

Sulfato de bis(8-hidroxiquinolínio)

205-137-1

134-31-6

N,N-Dietil-m-toluamida

205-149-7

134-62-3

Piridina-2,5-dicarboxilato de dipropilo

205-245-9

136-45-8

bis(2-Etil-hexanoato) de zinco

205-251-1

136-53-8

6-Metilbenzotriazole

205-265-8

136-85-6

Tirame

205-286-2

137-26-8

Zirame

205-288-3

137-30-4

Propionato de sódio

205-290-4

137-40-6

Metilditiocarbamato de potássio

205-292-5

137-41-7

Metame-sódio

205-293-0

137-42-8

Dipenteno

205-341-0

138-86-3

Cianoditiocarbamato dissódico

205-346-8

138-93-2

Cloreto de benzododecínio

205-351-5

139-07-1

Cloreto de miristalcónio

205-352-0

139-08-2

Ácido nitrilotriacético

205-355-7

139-13-9

Acetato de p-tolilo

205-413-1

140-39-6

1,3-bis(Hidroximetil)ureia

205-444-0

140-95-4

Formato de sódio

205-488-0

141-53-7

Laurato de 2,3-di-hidroxipropilo

205-526-6

142-18-7

Nabame

205-547-0

142-59-6

Ácido hexanóico

205-550-7

142-62-1

Ácido láurico

205-582-1

143-07-7

Oleato de potássio

205-590-5

143-18-0

Hidrogenocarbonato de sódio

205-633-8

144-55-8

Ácido oxálico

205-634-3

144-62-7

Quinolin-8-ol

205-711-1

148-24-3

Tiabendazole

205-725-8

148-79-8

Benzotiazole-2-tiol

205-736-8

149-30-4

Monurão

205-766-1

150-68-5

Rutosida

205-814-1

153-18-4

Ácido glioxílico

206-058-5

298-12-4

Fenclorfos

206-082-6

299-84-3

Nalede

206-098-3

300-76-5

Ácido 5-clorossalicílico

206-283-9

321-14-2

Diurão

206-354-4

330-54-1

Tiocianato de potássio

206-370-1

333-20-0

Diazinão

206-373-8

333-41-5

Ácido decanóico

206-376-4

334-48-5

Cianamida

206-992-3

420-04-2

Metronidazole

207-136-1

443-48-1

Cineole

207-431-5

470-82-6

7,8-Di-hidroxicumarina

207-632-8

486-35-1

Carbonato de sódio

207-838-8

497-19-8

2-Hidroxi-4-isopropil-2,4,6-ciclo-heptatrien-1-ona

207-880-7

499-44-5

Carvacrol

207-889-6

499-75-2

6β-Acetoxi-3β-(β-d-glucopiranossiloxi)-8,14-di-hidroxibufa-4,20,22-trienolida/Cilirosida

208-077-4

507-60-8

Carbonato de bário

208-167-3

513-77-9

3-Acetil-6-metil-2H-piran-2,4(3H)-diona

208-293-9

520-45-6

Osalmida

208-385-9

526-18-1

2,6-Dimetoxi-p-benzoquinona

208-484-7

530-55-2

Dicloridrato de acridina-3,6-diamina

208-515-4

531-73-7

Benzoato de sódio

208-534-8

532-32-1

Dazomete

208-576-7

533-74-4

Hidrogenodicarbonato trissódico/Sesquicarbonato de sódio

208-580-9

533-96-0

Carbonato de prata

208-590-3

534-16-7

Crimidina

208-622-6

535-89-7

Diformato de cálcio

208-863-7

544-17-2

Ácido mirístico

208-875-2

544-63-8

1-Isopropil-4-metilbiciclo[3.1.0]hexan-3-ona

208-912-2

546-80-5

1,3,4,6,8,13-hexa-hidroxi-10,11-dimetilfenantro[1,10,9,8-opqra]perileno-7,14-diona/Hypericum perforatum

208-941-0

548-04-9

Cloreto de [4-[4,4′-bis(dimetilamino)benzidrilideno]ciclo-hexa-2,5-dien-1-ilideno]dimetilamónio

208-953-6

548-62-9

Dibenzoato de zinco

209-047-3

553-72-0

Isotiocianato de metilo

209-132-5

556-61-6

Cloridrato de 4,4′-(4-iminociclo-hexa-2,5-dienilidenometileno)dianilina

209-321-2

569-61-9

Cloreto de [4-[α-[4-(dimetilamino)fenil]benzilideno]ciclo-hexa-2,5-dien-1-ilideno]dimetilamónio/Cloreto de verde de malaquite

209-322-8

569-64-2

Benzoato de potássio

209-481-3

582-25-2

(1RS,3RS;1RS,3SR)-2,2-dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (RS)-3-alil-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo (mistura de todos os isómeros na proporção 1:1:1:1:1:1:1:1)/Aletrina

209-542-4

584-79-2

3-(p-Anilinofenilazo)benzenossulfonato de sódio/Amarelo de metanilo

209-608-2

587-98-4

Ácido dl-láctico

209-954-4

598-82-3

BHC oo HCH/Hexaclorociclo-hexano

210-168-9

608-73-1

Ácido dl-málico

210-514-9

617-48-1

N-(Hidroximetil)acetamida

210-897-2

625-51-4

Succinaldeído

211-333-8

638-37-9

2-Fluoroacetamida

211-363-1

640-19-7

Ftalaldeído

211-402-2

643-79-8

Ácido 2-Hidroxietanossulfónico, combinado com 4,4′-[hexano-1,6-diilbis(oxi)]bis[benzenocarboxamidina] (2:1)

211-533-5

659-40-5

Tetra-hidro-2,5-dimetoxifurano

211-797-1

696-59-3

N-[(Diclorofluorometil)tio]ftalimida

211-952-3

719-96-0

Dicloro-N-[(dimetilamino)sulfonil]fluoro-N-(p-tolil)metanossulfenamida/Tolilfluanida

211-986-9

731-27-1

Levonorgestrel

212-349-8

797-63-7

Hidroxil-2-piridona

212-506-0

822-89-9

Acetato de 2,6-dimetil-1,3-dioxan-4-ilo

212-579-9

828-00-2

Terbutrina

212-950-5

886-50-0

Cloridrato de proflavina

213-459-9

952-23-8

N′1-Quinoxalin-2-ilsulfanilamida, sal de sódio

213-526-2

967-80-6

Norbormida

213-589-6

991-42-4

(Hidroximetil)ureia

213-674-8

1000-82-4

Diclofluanida

214-118-7

1085-98-9

Tiocianato de cobre

214-183-1

1111-67-7

Brometo de dodeciltrimetilamónio

214-290-3

1119-94-4

Brometo de tetradónio

214-291-9

1119-97-7

(1R-trans)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (1,3,4,5,6,7-hexa-hidro-1,3-dioxo-2H-isoindol-2-il)metilo/d-trans-Tetrametrina

214-619-0

1166-46-7

4,5-Dicloro-3H-1,2-ditiol-3-ona

214-754-5

1192-52-5

Xilenol

215-089-3

1300-71-6

Bentonite

215-108-5

1302-78-9

Pentaóxido de diarsénio

215-116-9

1303-28-2

Trióxido de diboro

215-125-8

1303-86-2

Di-hidróxido de cálcio/hidróxido de cálcio/cal hidratada/cal apagada

215-137-3

1305-62-0

Óxido de cálcio/cal/cal viva

215-138-9

1305-78-8

Hidróxido de potássio

215-181-3

1310-58-3

Hidróxido de sódio

215-185-5

1310-73-2

Ácido silícico, sal de potássio/Silicato de potássio

215-199-1

1312-76-1

Óxido de zinco

215-222-5

1314-13-2

Difosfeto de trizinco

215-244-5

1314-84-7

Sulfureto de zinco

215-251-3

1314-98-3

Tetraóxido de trimanganês

215-266-5

1317-35-7

Óxido de cobre

215-269-1

1317-38-0

Óxido de dicobre

215-270-7

1317-39-1

Cresol

215-293-2

1319-77-3

Cloreto de alumínio básico

215-477-2

1327-41-9

Tetraborato dissódico anidro

215-540-4

1330-43-4

Tetraborato dissódico deca-hidratado

215-540-4

1303-96-4

Cloreto e tri-hidróxido de dicobre

215-572-9

1332-65-6

Trióxido de crómio

215-607-8

1333-82-0

Hidrogenodifluoreto de sódio

215-608-3

1333-83-1

Ácidos nafténicos, sais de cobre

215-657-0

1338-02-9

2-Butanona, peróxido

215-661-2

1338-23-4

Ácidos nafténicos

215-662-8

1338-24-5

Hidrogenodifluoreto de amónio

215-676-4

1341-49-7

Ácido silícico, sal de sódio

215-687-4

1344-09-8

Cloreto de cobre (II)

215-704-5

1344-67-8

Dicloridrato de N,N″-bis(2-etil-hexil)-3,12-diimino-2,4,11,13-tetraazatetradecanodiamidina

216-994-6

1715-30-6

Monolinurão

217-129-5

1746-81-2

Álcool 2,4-diclorobenzílico

217-210-5

1777-82-8

Lactato de etacridina

217-408-1

1837-57-6

4,4′-(2-Etil-2-nitropropano-1,3-diil)bismorfolina

217-450-0

1854-23-5

Clorotalonil

217-588-1

1897-45-6

Acetato de dodecilamónio

217-956-1

2016-56-0

Fluometurão

218-500-4

2164-17-2

Dissulfureto de alilpropilo

218-550-7

2179-59-1

4-(2-Nitrobutil)morfolina

218-748-3

2224-44-4

N-(3-Aminopropil)-N-dodecilpropano-1,3-diamina

219-145-8

2372-82-9

Brometo de didecildimetilamónio

219-234-1

2390-68-3

Tolnaftato

219-266-6

2398-96-1

Oxalato e dioxalato de bis[[4-[4-(dimetilamino)benzidrilideno]ciclo-hexa-2,5-dien-1-ilideno]dimetilamónio]

219-441-7

2437-29-8

Dodina

219-459-5

2439-10-3

2-Bromo-1-(4-hidroxifenil)etan-1-ona

219-655-0

2491-38-5

2,2′-Ditiobis[N-metilbenzamida]

219-768-5

2527-58-4

2,2′-[Metilenobis(oxi)]bisetanol

219-891-4

2565-36-8

Fentoato

219-997-0

2597-03-7

1,2-Benzisotiazol-3(2H)-ona

220-120-9

2634-33-5

2,2′-[(1-Metilpropano-1,3-diil)bis(oxi)]bis[4-metil-1,3,2-dioxaborinano]

220-198-4

2665-13-6

2-Metil-2H-isotiazol-3-ona

220-239-6

2682-20-4

Difluoreto de sulfurilo

220-281-5

2699-79-8

2-Amino-3-cloro-1,4-naftoquinona

220-529-2

2797-51-5

2-Cloro-N-(hidroximetil)acetamida

220-598-9

2832-19-1

Troclosena-sódio

220-767-7

2893-78-9

Dicloroisocianurato de sódio di-hidratado

220-767-7

51580-86-0

Clorpirifos

220-864-4

2921-88-2

Etilsulfato de mecetrónio

221-106-5

3006-10-8

Etilsulfato de dodeciletildimetilamónio

221-108-6

3006-13-1

bis(Triclorometil)sulfona

221-310-4

3064-70-8

2-(2-Dodeciloxietoxi)etilsulfato de sódio

221-416-0

3088-31-1

4-Isopropil-m-cresol

221-761-7

3228-02-2

Dinitrato de cobre

221-838-5

3251-23-8

Triclosão

222-182-2

3380-34-5

Temefos

222-191-1

3383-96-8

Tuj-4(10)-eno

222-212-4

3387-41-5

Oct-1-en-3-ol

222-226-0

3391-86-4

5-Cloro-2-[4-cloro-2-[[[(3,4-diclorofenil)amino]carbonil] amino]fenoxi]benzenossulfonato de sódio

222-654-8

3567-25-7

(Etilenodioxi)dimetanol

222-720-6

3586-55-8

Clorofacinona

223-003-0

3691-35-8

Dipiritiona

223-024-5

3696-28-4

Dicloridrato de clorexidina

223-026-6

3697-42-5

Benzoato de denatónio

223-095-2

3734-33-6

2,4,6-Triclorofenolato de sódio

223-246-2

3784-03-0

1-Óxido de piridina-2-tiol, sal de sódio

223-296-5

3811-73-2

Hexa-hidro-1,3,5-tris(3-metoxipropil)-1,3,5-triazina

223-563-6

3960-05-2

Ácido 4-oxo-4-[(tributilestanil)oxi]but-2-enóico/Maleato de tributilestanho

223-701-5

4027-18-3

3-Cloroalilcloreto de metenamina

223-805-0

4080-31-3

N-Etil-heptadecafluorooctanossulfonamida

223-980-3

4151-50-2

4-Hidroxibenzoato de isobutilo/Isobutilparabeno

224-208-8

4247-02-3

Salicilato de tributilestanilo/Salicilato de tributilestanho

224-397-7

4342-30-7

Benzoato de tributilestanilo/Benzoato de tributilestanho

224-399-8

4342-36-3

1-(3,4-di-hidro-6-metil-2,4-dioxo-2H-piran-3-ilideno)etanolato de sódio

224-580-1

4418-26-2

Salicilato de dietilamónio

224-586-4

4419-92-5

Dicarbonato de dimetilo

224-859-8

4525-33-1

Farnesol

225-004-1

4602-84-0

2,2′,2″-(Hexa-hidro-1,3,5-triazina-1,3,5-triil)trietanol

225-208-0

4719-04-4

Ácido octilfosfónico

225-218-5

4724-48-5

4-(Metoxicarbonil)fenolato de sódio

225-714-1

5026-62-0

Ácido sulfamídico

226-218-8

5329-14-6

Citral

226-394-6

5392-40-5

Tetra-hidro-1,3,4,6-tetraquis(hidroximetil)imidazo[4,5-d]imidazole-2,5(1H,3H)-diona

226-408-0

5395-50-6

Cloreto de 1-benzil-3,5,7-triaza-1-azoniatriciclo[3.3.1.13,7]decano

226-445-2

5400-93-1

Cloreto de dimetildioctilamónio

226-901-0

5538-94-3

N-Dodecilpropano-1,3-diamina

226-902-6

5538-95-4

Clorpirifos-metilo

227-011-5

5598-13-0

N,N′-Metilenobismorfolina

227-062-3

5625-90-1

Cumatetralilo

227-424-0

5836-29-3

Terbutilazina

227-637-9

5915-41-3

(R)-p-Menta-1,8-dieno

227-813-5

5989-27-5

Sulfato de 4-metoxibenzeno-1,3-diamina

228-290-6

6219-67-6

Ditiocianato de metileno

228-652-3

6317-18-6

1,3-bis(Hidroximetil)-5,5-dimetilimidazolidina-2,4-diona

229-222-8

6440-58-0

Dodicina

229-930-7

6843-97-6

Ácido málico

230-022-8

6915-15-7

(2-Bromo-2-nitrovinil)benzeno

230-515-8

7166-19-0

Cloreto de didecildimetilamónio

230-525-2

7173-51-5

(Z)-N-9-Octadecenilpropano-1,3-diamina

230-528-9

7173-62-8

Brometo de benzildodecildimetilamónio

230-698-4

7281-04-1

Prometrina

230-711-3

7287-19-6

Prata

231-131-3

7440-22-4

Boro

231-151-2

7440-42-8

Cobre

231-159-6

7440-50-8

Zinco

231-175-3

7440-66-6

Dióxido de enxofre

231-195-2

7446-09-5

Sulfato de ditálio

231-201-3

7446-18-6

Di-hexa-2,4-dienoato de cálcio

231-321-6

7492-55-9

Monocloridrato de quinina di-hidratado

231-437-7

6119-47-7

Iodo

231-442-4

7553-56-2

Iodo na forma de iodóforo

Mistura

39392-86-4

Complexo de iodo em solução com detergentes não-iónicos

Mistura

 

Polivinilpirrolidona-iodo

Polímero

25655-41-8

Complexo de iodo de álcool poliéter alquilarílico

Polímero

 

Complexo de iodo de copolímero de bloco etileno-propileno (pluronic)

Polímero

 

Complexo de iodo de polialquilenoglicol

Polímero

 

Resina iodada/Resina polianiónica iodetada

Polímero

 

Ortofosfato de trissódio (TSP)

231-509-8

7601-54-9

Dióxido de silício, amorfo

231-545-4

7631-86-9

Hidrogenossulfito de sódio

231-548-0

7631-90-5

Nitrito de sódio

231-555-9

7632-00-0

Peroxometaborato de sódio/Perborato de sódio hidratado

231-556-4

7632 04 4

Cloreto de hidrogénio/Ácido clorídrico

231-595-7

7647-01-0

Cloreto de sódio

231-598-3

7647-14-5

Brometo de sódio

231-599-9

7647-15-6

Ácido ortofosfórico

231-633-2

7664-38-2

Fluoreto de hidrogénio

231-634-8

7664-39-3

Amoníaco anidro

231-635-3

7664-41-7

Ácido sulfúrico

231-639-5

7664-93-9

Iodeto de potássio

231-659-4

7681-11-0

Hidrogenossulfato de sódio

231-665-7

7681-38-1

Fluoreto de sódio

231-667-8

7681-49-4

Hipoclorito de sódio

231-668-3

7681-52-9

Dissulfito de dissódio

231-673-0

7681-57-4

Tetrametrina

231-711-6

7696-12-0

Enxofre

231-722-6

7704-34-9

Sulfato de ferro

231-753-5

7720-78-7

Vitríolo de ferro/Sulfato ferroso hepta-hidratado/Sulfato de ferro hepta-hidratado

231-753-5

7782-63-0

Permanganato de potássio

231-760-3

7722-64-7

Peróxido de hidrogénio

231-765-0

7722-84-1

Bromo

231-778-1

7726-95-6

Peroxodissulfato de dipotássio

231-781-8

7727-21-1

Azoto

231-783-9

7727-37-9

Sulfato de zinco hepta-hidratado

231-793-3

7446-20-0

7α-Etildi-hidro-1H,3H,5H-oxazolo[3,4-c]oxazole

231-810-4

7747-35-5

Sulfito de sódio

231-821-4

7757-83-7

Clorito de sódio

231-836-6

7758-19-2

Cloreto de cobre

231-842-9

7758-89-6

Sulfato de cobre

231-847-6

7758-98-7

Sulfato de cobre penta-hidratado

231-847-6

7758-99-8

Nitrato de prata

231-853-9

7761-88-8

Tiossulfato de sódio penta-hidratado

231-867-5

10102-17-7

Clorato de sódio

231-887-4

7775-09-9

Peroxodissulfato de dissódio/Persulfato de sódio

231-892-1

7775-27-1

Dicromato de potássio

231-906-6

7778-50-9

Hipoclorito de cálcio

231-908-7

7778-54-3

Hexa-hidro-1,3,5-trietil-1,3,5-triazina

231-924-4

7779-27-3

Cloro

231-959-5

7782-50-5

Sulfato de amónio

231-984-1

7783-20-2

Cloreto de prata

232-033-3

7783-90-6

bis(Sulfato) de alumínio e amónio

232-055-3

7784-25-0

Sulfato de manganês

232-089-9

7785-87-7

Sulfato de manganês tetra-hidratado

232-089-9

10101-68-5

Monocloreto de iodo

232-236-7

7790-99-0

Terpineol

232-268-1

8000-41-7

Óleo de soja

232-274-4

8001-22-7

Óleo de linho

232-278-6

8001-26-1

Óleo de milho

232-281-2

8001-30-7

Óleo de coco

232-282-8

8001-31-8

Creosote

232-287-5

8001-58-9

Óleo de rícino

232-293-8

8001-79-4

Óleo de ossos/Óleo animal

232-294-3

8001-85-2

Óleo de colza

232-299-0

8002-13-9

Piretrinas e piretróides

232-319-8

8003-34-7

Terpinol

8006-39-1

Aguarrás

232-350-7

8006-64-2

Extracto de alho

232-371-1

8008-99-9

Alcatrão, pinho/Alcatrão de pinho

232-374-8

8011-48-1

Cera de abelhas

232-383-7

8012-89-3

Óleos parafínicos

232-384-2

8012-95-1

Óleos de abacate

232-428-0

8024-32-6

Laranja doce, extracto

232-433-8

8028-48-6

Óleo mineral branco (petróleo)

232-455-8

8042-47-5

Saponinas

232-462-6

8047-15-2

Colofónia de tall-oil

232-484-6

8052-10-6

Asfalto/Betume

232-490-9

8052-42-4

Copais

232-527-9

9000-14-0

Lenhina

232-682-2

9005-53-2

Sulfato de alumínio

233-135-0

10043-01-3

Ácido bórico

233-139-2

10043-35-3

bis(Sulfato) de alumínio e potássio/Alúmen

233-141-3

10043-67-1

Dióxido de cloro

233-162-8

10049-04-4

Sulfito de potássio

233-321-1

10117-38-1

Hidrogeno-2,2′-metilenobis(4-clorofenolato) de sódio

233-457-1

10187-52-7

2,2-Dibromo-2-cianoacetamida

233-539-7

10222-01-2

Sulfato de diprata (I)

233-653-7

10294-26-5

Metafosfato de sódio

233-782-9

10361-03-2

Oxina-cobre

233-841-9

10380-28-6

Resmetrina

233-940-7

10453-86-8

N,N′-Etilenobis[N-acetilacetamida]

234-123-8

10543-57-4

Dicromato de sódio

234-190-3

10588-01-9

Carbendazime

234-232-0

10605-21-7

Hipocloritotetraquis(fosfato) de tridecassódio

234-307-8

11084-85-8

Ácido bórico natural

234-343-4

11113-50-1

Perborato de sódio tetra-hidratado

234-390-0

10486-00-7

Ácido perbórico, sal de sódio

234-390-0

11138-47-9

Ácidos nafténicos, sais de zinco

234-409-2

12001-85-3

Octaborato dissódico

234-541-0

12008-41-2

Octaborato dissódico tetra-hidratado

234-541-0

12280-03-4

Cloreto de amónio [NH4]

234-607-9

12015-14-4

Cloreto e penta-hidróxido de dialumínio

234-933-1

12042-91-0

Difosforeto de trimagnésio

235-023-7

12057-74-8

Toluenossulfonato de sódio

235-088-1

12068-03-0

Carbonato de cobre (II) – hidróxido de cobre (II) (1:1)

235-113-6

12069-69-1

Zinebe

235-180-1

12122-67-7

Brometo de amónio

235-183-8

12124-97-9

Heptaóxido de tetraboro e dissódio, hidratado

235-541-3

12267-73-1

Manebe

235-654-8

12427-38-2

Undecaóxido de hexaboro e dizinco/Borato de zinco

235-804-2

12767-90-7

N-(Hidroximetil)formamida

235-938-1

13052-19-2

2,3,5,6-Tetracloro-4-(metilsulfonil)piridina

236-035-5

13108-52-6

Nifurpirinol

236-503-9

13411-16-0

Piritiona-zinco

236-671-3

13463-41-7

Dióxido de titânio

236-675-5

13463-67-7

Monocloridrato de dodecilguanidina

237-030-0

13590-97-1

Tetraóxido de bário e diboro

237-222-4

13701-59-2

2-Bifenilato de potássio

237-243-9

13707-65-8

Tetrafluoroborato de amónio

237-531-4

13826-83-0

Hipoclorito de lítio

237-558-1

13840-33-0

Ácido ortobórico, sal de sódio

237-560-2

13840-56-7

Cloreto de bromo

237-601-4

13863-41-7

bis(Dietilditiocarbamato) de zinco

238-270-9

14324-55-1

(Benziloxi)metanol

238-588-8

14548-60-8

2,2′-Oxibis[4,4,6-trimetil-1,3,2-dioxaborinano]

238-749-2

14697-50-8

Foxime

238-887-3

14816-18-3

bis(1-Hidroxi-1H-piridina-2-tionato-O,S)cobre

238-984-0

14915-37-8

Sulfato de bis(8-hidroxiquinolil), sal monopotássico

239-133-6

15077-57-3

Dibromopropionamida

239-153-5

15102-42-8

Perborato de sódio mono-hidratado

239-172-9

10332-33-9

2,2′-Metilenobis(6-bromo-4-clorofenol)

239-446-8

15435-29-7

Clortolurão

239-592-2

15545-48-9

Carbonato dissódico combinado com peróxido de hidrogénio (2:3)

239-707-6

15630-89-4

p-Cloro-m-cresolato de sódio

239-825-8

15733-22-9

Cloralose

240-016-7

15879-93-3

1-Bromo-3-cloro-5,5-dimetilimidazolidina-2,4-diona

240-230-0

16079-88-2

Ácido (R)-2-(4-cloro-2-metilfenoxi)propiónico

240-539-0

16484-77-8

Dissulfito de dipotássio

240-795-3

16731-55-8

Metomil

240-815-0

16752-77-5

Hexafluorossilicato de dissódio

240-934-8

16893-85-9

Ácido hexafluorossilícico

241-034-8

16961-83-4

Benomil

241-775-7

17804-35-2

Ácido d-glucónico combinado com N,N″-bis(4-clorofenil)-3,12-diimino-2,4,11,13-tetraazatetradecanodiamidina (2:1)

242-354-0

18472-51-0

O-5-Fenilisoxazol-3-ilfosforotioato de O,O-dietilo

242-624-8

18854-01-8

Cloreto de benzoxónio

243-008-1

19379-90-9

Hidroximetoxiacetato de metilo

243-271-2

19757-97-2

p-[(Diiodometil)sulfonil]tolueno

243-468-3

20018-09-1

Di-hidróxido de cobre

243-815-9

20427-59-2

Óxido de diprata

243-957-1

20667-12-3

bis(Bromoacetato) de 2-buteno-1,4-diilo

243-962-9

20679-58-7

Fosforeto de alumínio

244-088-0

20859-73-8

Tiocianato de (benzotiazol-2-iltio)metilo

244-445-0

21564-17-0

Tetraclorvinfos

244-865-4

22248-79-9

Bendiocarbe

245-216-8

22781-23-3

2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de 2-metil-4-oxo-3-(prop-2-inil)ciclopent-2-en-1-ilo/Praletrina

245-387-9

23031-36-9

(E,E)-Hexa-2,4-dienoato de potássio

246-376-1

24634-61-5

2-terc-Butil-4-metoxifenol

246-563-8

25013-16-5

bis(Hidroximetil)ureia

246-679-9

25155-29-7

α,α′,α″-Trimetil-1,3,5-triazina-1,3,5(2H,4H,6H)-trietanol

246-764-0

25254-50-6

2,2′-(Octadec-9-enilimino)bisetanol

246-807-3

25307-17-9

2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de 3-(but-2-enil)-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo/Cinerina I

246-948-0

25402-06-6

2-Dimetil-3-(metilpropenil)ciclopropanocarboxilato de 3-fenoxibenzilo/Fenotrina

247-404-5

26002-80-2

5-Cloro-2-metil-2H-isotiazol-3-ona

247-500-7

26172-55-4

2-Octil-2H-isotiazol-3-ona

247-761-7

26530-20-1

Ácido dodecilbenzenossulfónico

248-289-4

27176-87-0

Ácido láurico, monoéster de glicerol

248-337-4

27215-38-9

Neodecanoato de zinco

248-370-4

27253-29-8

Cloreto de dodecil(etilbenzil)dimetilamónio

248-486-5

27479-28-3

cis-Tricos-9-eno

248-505-7

27519-02-4

Cloreto de dimetiloctadecil[3-(trimetoxissilil)propil]amónio

248-595-8

27668-52-6

N′-terc-butil-N-ciclopropil-6-(metiltio)-1,3,5-triazina-2,4-diamina

248-872-3

28159-98-0

(1R,3R)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (S)3-alil-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo (apenas o isómero 1R trans, 1S)/S-Bioaletrina

249-013-5

28434-00-6

Biorresmetrina

249-014-0

28434-01-7

3-[3-(4′-Bromo[1,1′-bifenil]-4-il)-3-hidroxi-1-fenilpropil]-4-hidroxi-2-benzopirona/Bromadiolona

249-205-9

28772-56-7

Pirimifos-metilo

249-528-5

29232-93-7

Heptadecafluorooctanossulfonato de lítio

249-644-6

29457-72-5

5-Bromo-5-nitro-1,3-dioxano

250-001-7

30007-47-7

trans-3-[[(Etilamino)metoxifosfinotioil]oxi]crotonato de isopropilo

250-517-2

31218-83-4

Acetato de (Z,E)-tetradeca-9,12-dienilo

250-753-6

30507-70-1 (1)

Cloreto de decildimetiloctilamónio

251-035-5

32426-11-2

Bromocloro-5,5-dimetilimidazolidina-2,4-diona

251-171-5

32718-18-6

Amitraz

251-375-4

33089-61-1

3-(4-Isopropilfenil)-1,1-dimetilureia/Isoproturão

251-835-4

34123-59-6

2-(Hidroximetilamino)etanol

251-974-0

34375-28-5

N-[3-(Dodecilamino)propil]glicina

251-993-4

34395-72-7

2,6-Diacetil-7,9-di-hidroxi-8,9b-dimetildibenzofurano-1,3(2H,9bH)-diona, sal monossódico

252-204-6

34769-44-3

4-Etoxicarbonilfenóxido de sódio

252-487-6

35285-68-8

4-Propoxicarbonilfenóxido de sódio

252-488-1

35285-69-9

N-[[(4-Clorofenil)amino]carbonil]-2,6-difluorobenzamida

252-529-3

35367-38-5

1-[2-(Aliloxi)-2-(2,4-diclorofenil)etil]-1H-imidazole/Imazalil

252-615-0

35554-44-0

(±)-1-(β-Aliloxi-2,4-diclorofeniletil)imidazole/Imazalil técnico

Produto fitofarmacêutico

73790-28-0

O,O-Dimetiltiofosfato de S-[(6-cloro-2-oxooxazolo[4,5-b]piridin-3(2H)-il)metilo]/Azametifos

252-626-0

35575-96-3

2-Bromo-2-(bromometil)pentanodinitrilo

252-681-0

35691-65-7

Cloreto de benzildimetiloleilamónio

253-363-4

37139-99-4

Óxido de cálcio e magnésio/cal dolomítica

253-425-0

37247-91-9

Tetra-hidróxido de cálcio e magnésio/hidróxido de cálcio e magnésio/cal dolomítica hidratada

254-454-1

39445-23-3

Ácido 2-fosfonobutano-1,2,4-tricarboxílico

253-733-5

37971-36-1

Sulfato de 4-metoxi-m-fenilenodiamónio

254-323-9

39156-41-7

N,N″-Metilenobis[N′-[3-(hidroximetil)-2,5-dioxoimidazolidin-4-il]ureia]

254-372-6

39236-46-9

Dinocape

254-408-0

39300-45-3

2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo

254-484-5

39515-40-7

(2E,4E)-11-Metoxi-3,7,11-trimetildodeca-2,4-dienoato de isopropilo/Metoprena

254-993-2

40596-69-8

Cloreto de dimetiltetradecil[3-(trimetoxissilil)propil]amónio

255-451-8

41591-87-1

Mistura de cis- e trans-p-mentano-3,8-diol/Citriodiol

255-953-7

42822-86-6

4,4-Dimetiloxazolidina

257-048-2

51200-87-4

(1R-cis)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (1,3,4,5,6,7-hexa-hidro-1,3-dioxo-2H-isoindol-2-il)metilo

257-144-4

51348-90-4

2-(4-Clorofenil)-3-metilbutirato de ciano(3-fenoxibenzilo)/Fenvalerato

257-326-3

51630-58-1

N-Acetil-N-butil-β-alaninato de etilo

257-835-0

52304-36-6

3-(2,2-Diclorovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo/Cipermetrina

257-842-9

52315-07-8

3-(2,2-Diclorovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de m-fenoxibenzilo/Permetrina

258-067-9

52645-53-1

[1R-[1α(S*),3α]]-3-(2,2-dibromovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo/Deltametrina

258-256-6

52918-63-5

bis(2-Etil-hexanoato-O)-μ-oxodizinco

259-049-3

54262-78-1

2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de 1-etinil-2-metilpent-2-enilo/Empentrina

259-154-4

54406-48-3

Butilcarbamato de 3-iodo-2-propinilo

259-627-5

55406-53-6

Sulfato de tetraquis(hidroximetil)fosfónio (2:1)

259-709-0

55566-30-8

3-(3-Bifenil-4-il-1,2,3,4-tetra-hidro-1-naftil)-4-hidroxicumarina/Difenacume

259-978-4

56073-07-5

4-Hidroxi-3-(3-(4′-bromo-4-bifenilil)-1,2,3,4-tetra-hidro-1-naftil)cumarina/Brodifacume

259-980-5

56073-10-0

[2-(2-Butoxietoxi)etoxi]metanol

260-097-2

56289-76-0

Bromoacetato de 2-etoxietilo

260-240-9

56521-73-4

N-Octil-N′-[2-(octilamino)etil]etilenodiamina

260-725-5

57413-95-3

1,2-Benzisotiazol-3(2H)-ona, sal de sódio

261-184-8

58249-25-5

Azaconazole

262-102-3

60207-31-0

1-[[2-(2,4-Diclorofenil)-4-propil-1,3-dioxolan-2-il]metil]-1H-1,2,4-triazole/Propiconazole

262-104-4

60207-90-1

N,N-bis(2-Hidroxietil)undec-10-enamida

262-114-9

60239-68-1

2-Cloro-3-(fenilsulfonil)acrilonitrilo

262-395-8

60736-58-5

Fluoreto de tetradecildimetilbenzilamónio

61134-95-0

[1,1′-Bifenil]-2-ol, clorado

262-974-5

61788-42-9

Alquilaminas de coco

262-977-1

61788-46-3

Compostos de amónio quaternário, (alquil de sebo hidrogenado)trimetilo, cloretos

263-005-9

61788-78-1

Compostos de amónio quaternário, (alquilo de coco)trimetilo, cloretos

263-038-9

61789-18-2

Compostos de amónio quaternário, benzil(alquilo de coco)bis(hidroxietil), cloretos

263-078-7

61789-68-2

Compostos de amónio quaternário, benzil(alquilo de coco)dimetilo, cloretos

263-080-8

61789-71-7

Compostos de amónio quaternário, di(alquilo de coco)dimetilo, cloretos

263-087-6

61789-77-3

Compostos de amónio quaternário, bis(alquil de sebo hidrogenado)dimetilo, cloretos

263-090-2

61789-80-8

Compostos de amónio quaternário, (trimetil de soja)alquilo, cloretos

263-134-0

61790-41-8

Etanol, 2,2′-iminobis-, derivados N-alquílicos de coco

263-163-9

61791-31-9

1H-Imidazole-1-etanol, 4,5-di-hidro-, derivados 2-nor(alquílicos de tall-oil)

263-171-2

61791-39-7

Compostos de imidazólio, 1-benzil-4,5-di-hidro-1-(hidroxietil)-2-nor(alquilo de coco), cloretos

263-185-9

61791-52-4

Aminas, N-(alquilo de coco)dipropilenotri-

263-191-1

61791-57-9

Aminas, N-(alquilo de coco)trimetilenodi-

263-195-3

61791-63-7

Aminas, N-(alquilo de coco)trimetilenodi-, acetatos

263-196-9

61791-64-8

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C8-18)dimetilo, cloretos

264-151-6

63449-41-2

4,5-Dicloro-2-octil-2H-isotiazol-3-ona

264-843-8

64359-81-5

2-Cloro-N-[[[4-(trifluorometoxi)fenil]amino]carbonil]benzamida

264-980-3

64628-44-0

Destilados de petróleo, fracções nafténicas leves refinadas com solventes

265-098-1

64741-97-5

Destilados de petróleo leves tratados com hidrogénio

265-149-8

64742-47-8

N-(3,4-Diclorofenil)-1,2,3,4-tetra-hidro-6-hidroxi-1,3-dimetil-2,4-dioxopirimidina-5-carboxamida

265-732-7

65400-98-8

[1R-[1α(S*),3α]]-3-(2,2-Diclorovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo

265-898-0

65731-84-2

Ácidos de alcatrão de hulha em bruto

266-019-3

65996-85-2

Pó de vidro

266-046-0

65997-17-3

3,3′-Metilenobis(5-metiloxazolidina)/Oxazolidina

266-235-8

66204-44-2

N-Ciclopropil-1,3,5-triazina-2,4,6-triamina

266-257-8

66215-27-8

Betaínas, alquilo(C12-14)dimetil

266-368-1

66455-29-6

2,2-Dimetil-3-(1,2,2,2-tetrabromoetil)ciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo/Tralometrina

266-493-1

66841-25-6

2-Cloro-N-(2,6-dimetilfenil)-N-(1H-pirazol-1-ilmetil)acetamida

266-583-0

67129-08-2

cis-4-[3-(p-terc-Butilfenil)-2-metilpropil]-2,6-dimetilmorfolina/Fenepropimorfe

266-719-9

67564-91-4

N-Propil-N-[2-(2,4,6-triclorofenoxi)etil]-1H-imidazole-1-carboxamida

266-994-5

67747-09-5

Ácidos gordos insaturados C16-18 e C18, ésteres metílicos

267-015-4

67762-38-3

3-(2-Cloro-3,3,3-trifluoroprop-1-enil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo/Cialotrina

268-450-2

68085-85-8

Brometo de dodeciletildimetilamónio/Laudacit

269-249-2

68207-00-1

Óleos de xisto

269-646-0

68308-34-9

3-(2,2-Diclorovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-4-fluoro-3-fenoxibenzilo/Ciflutrina

269-855-7

68359-37-5

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C12-18)dimetilo, cloretos

269-919-4

68391-01-5

Compostos de amónio quaternário, dialquilo(C6-12)dimetilo, cloretos

269-925-7

68391-06-0

Ácido benzenossulfónico, derivados alquílicos(C10-13), sais de sódio

270-115-0

68411-30-3

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C8-16)dimetilo, cloretos

270-324-7

68424-84-0

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C12-16)dimetilo, cloretos

270-325-2

68424-85-1

Betaínas, (alquilo de coco)dimetil

270-329-4

68424-94-2

Compostos de amónio quaternário, dialquilo(C8-10)dimetilo, cloretos

270-331-5

68424-95-3

Ácidos gordos, coco, produtos de reacção com dietanolamina

270-430-3

68440-04-0

1-Propanamínio, 3-amino-N,N,N-trimetil-, derivados N-acílicos(C12-18), metilsulfatos

271-063-1

68514-93-2

Amidas, coco, N,N-bis(2-hidroxietil)

271-657-0

68603-42-9

Compostos de amónio quaternário, (oxidi-2,1-etanodiil)bis[(alquilo de coco)dimetil], dicloretos

271-761-6

68607-28-3

Ácido (Z)-9-octadecenóico, sulfonado, sais de potássio

271-843-1

68609-93-8

Ureia, produtos de reacção com formaldeído

271-898-1

68611-64-3

Compostos de imidazólio, 1-[2-(carboximetoxi)etil]-1-(carboximetil)-4,5-di-hidro-2-nor(alquilo de coco), hidróxidos, sais de sódio

272-043-5

68650-39-5

Carbonato e di-hidróxido de bis(tetraaminacobre)

272-415-7

68833-88-5

1-Hidroxi-4-metil-6-(2,4,4-trimetilpentil)piridin-2(1H)-ona combinada com 2-aminoetanol (1:1)

272-574-2

68890-66-4

Aminas, N-(alquil de sebo)trimetilenodi-, diacetatos

272-786-5

68911-78-4

Quássia, extracto

272-809-9

68915-32-2

Ácidos gordos C8-10

273-086-2

68937-75-7

Ácido sulfúrico, ésteres monoalquílicos(C12-18), sais de sódio

273-257-1

68955-19-1

Compostos de amónio quaternário, alquilo(C12-18)[(etilfenil)metil]dimetilo, cloretos

273-318-2

68956-79-6

Cloreto de didecilmetil[3-(trimetoxissilil)propil]amónio

273-403-4

68959-20-6

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C10-16)dimetilo, cloretos

273-544-1

68989-00-4

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C12-18)dimetilo, sais de 1,1dióxido de 1,2-benzisotiazol-3(2H)-ona (1:1)

273-545-7

68989-01-5

N-(Hidroximetil)glicinato de sódio

274-357-8

70161-44-3

Aminas, alquilo(C10-16)dimetílicas, N-óxidos

274-687-2

70592-80-2

bis(Peroximonossulfato)bis(sulfato) de pentapotássio

274-778-7

70693-62-8

Dicloreto de N,N′-(decano-1,10-diildi-1(4H)-piridil-4-ilideno)bis(octilamónio)

274-861-8

70775-75-6

Cloreto de 1,3-didecil-2-metil-1H-imidazólio

274-948-0

70862-65-6

[2-(4-Fenoxifenoxi)etil]carbamato de etilo/Fenoxicarbe

276-696-7

72490-01-8

Compostos de amónio quaternário, dialquilo(C8-18)dimetilo, cloretos

277-453-8

73398-64-8

1-[(Hidroximetil)amino]propan-2-ol

278-534-0

76733-35-2

1-[1,3-bis(Hidroximetil)-2,5-dioxoimidazolidin-4-il]-1,3-bis(hidroximetil)ureia/Diazolidinilureia

278-928-2

78491-02-8

bis[Monoperoxiftalato(2-)-O1,OO1]magnesato(2-) de di-hidrogénio

279-013-0

78948-87-5

bis[Monoperoxiftalato(2-)-O1,OO1]magnesato(2-) de di-hidrogénio hexa-hidratado

279-013-0

114915-85-4

Cloreto de tributiltetradecilfosfónio

279-808-2

81741-28-8

(2-Butoxietoxi)metanol

281-648-3

84000-92-0

Zinco, complexos básicos de isodecanoato e isononanoato

282-786-7

84418-73-5

Zimbro, Juniperus communis, extracto

283-268-3

84603-69-0

Laurus nobilis, extracto

283-272-5

84603-73-6

Alecrim, extracto

283-291-9

84604-14-8

Eucalyptus globulus, extracto

283-406-2

84625-32-1

Cinnamomum zeylanicum, extracto

283-479-0

84649-98-9

Amargoseira, extracto

283-644-7

84696-25-3

Lavanda, Lavandula angustifolia angustifolia, extracto

283-994-0

84776-65-8

Serpilho, Thymus serpyllum, extracto

284-023-3

84776-98-7

Formaldeído, produtos de reacção com dietilenoglicol

284-062-6

84777-35-5

Formamida, produtos de reacção com formaldeído

284-064-7

84777-37-7

Glicina, N-(3-aminopropil)-, derivados N′-alquílicos(C10-16)

284-065-2

84777-38-8

Limão, extracto

284-515-8

84929-31-7

Tomilho, Thymus vulgaris, extracto

284-535-7

84929-51-1

Cravo-da-índia, extracto

284-638-7

84961-50-2

Ácidos do alcatrão, fracção polialquilfenólica

284-893-4

84989-05-9

Melaleuca alternifolia, extracto de melaleuca

285-377-1

85085-48-9

6-Óxido de 2,4,8,10-tetra(terc-butil)-6-hidroxi-12H-dibenzo[d,g][1,3,2]dioxafosfocina, sal de sódio

286-344-4

85209-91-2

Formaldeído, produtos de reacção com propilenoglicol

286-695-3

85338-22-3

Estanano, tributil-, derivados mono(naftenoiloxi)-

287-083-9

85409-17-2

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C12-14)dimetilo, cloretos

287-089-1

85409-22-9

Compostos de amónio quaternário, alquilo(C12-14)[(etilfenil)metil]dimetilo, cloretos

287-090-7

85409-23-0

Metilsulfato de [R-(Z)]-3-[(12-hidroxi-1-oxo-9-octadecenil)amino]propiltrimetilamónio

287-462-9

85508-38-9

Ácido benzenossulfónico, derivados 4-sec-alquílicos(C10-13)

287-494-3

85536-14-7

Guanidina, N,N″′-1,3-propanodiilbis-, derivados de N-alquilos de coco, diacetatos

288-198-7

85681-60-3

Ácidos sulfónicos, de sec-alcanos(C13-17), sais de sódio

288-330-3

85711-69-9

[1α(S*),3α]-(±)-3-(2,2-diclorovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-4-fluoro-3-fenoxibenzilo

289-244-9

86560-93-2

Chrysanthemum cinerariaefolium, extracto

289-699-3

89997-63-7

Cymbopogon nardus, extracto

289-753-6

89998-15-2

Lavanda, Lavandula angustifolia, extracto

289-995-2

90063-37-9

Litsea cubeba, extracto

290-018-7

90063-59-5

Mentha arvensis, extracto

290-058-5

90063-97-1

Pelargonium graveolens, extracto

290-140-0

90082-51-2

Ácido benzenossulfónico, derivados monoalquílicos(C10-14), compostos de 1H-benzimidazol-2-ilcarbamato de metilo

290-651-9

90194-41-5

Cobre, complexos de EDTA

290-989-7

90294-99-8

Formaldeído, produtos de reacção com propanolamina

291-325-9

90387-52-3

Ureia, N,N′-bis(hidroximetil)-, produtos de reacção com 2(2butoxietoxi)etanol, etilenoglicol e formaldeído

292-348-7

90604-54-9

Compostos de amónio quaternário, benzilalquilo(C8-18)dimetilo, brometos

293-522-5

91080-29-4

Abeto, Abies sibirica, extracto

294-351-9

91697-89-1

Zimbro, Juniperus mexicana, extracto

294-461-7

91722-61-1

Alfazema, Lavandula hybrida, extracto/Óleo de lavandina

294-470-6

91722-69-9

Aminas, N-(3-aminopropil)-N′-(alquilo de coco)trimetilenodi-, monoacriladas

294-702-6

91745-32-3

Cymbopogon winterianus, extracto

294-954-7

91771-61-8

Erva-limão (Cymbopogon flexuosus)

295-161-9

91844-92-7

Óleo mineral branco (petróleo), leve

295-550-3

92062-35-6

Cloridrato de N-[3-(dodecilamino)propil]glicina

298-216-5

93778-80-4

bis(2,6-Diacetil-7,9-di-hidroxi-8,9b-dimetil-1,3(2H,9bH)-dibenzofuranodionato-O 2,O 3)cobre

304-146-9

94246-73-8

Citrinos, extracto

304-454-3

94266-47-4

Extracto de pinho

304-455-9

94266-48-5

Metilsulfato de trimetil-3-[(1-oxo-10-undecenil)amino]propilamónio

304-990-8

94313-91-4

Hortelã-pimenta americana, extracto

308-770-2

98306-02-6

Compostos de amónio quaternário, [2-[[2-[(2-carboxietil)(2-hidroxietil)amino]etil]amino]-2-oxoetil](alquilo de coco)dimetilo, hidróxidos, sais internos

309-206-8

100085-64-1

Maçaroca de milho em pó

310-127-6

999999-99-4

Sumo de limão natural (filtrado)

310-127-6

999999-99-4

Hedera helix

310-127-6

999999-99-4

Óleo de cebola

310-127-6

999999-99-4

Thuja occidentalis

310-127-6

999999-99-4

Salvia officinalis

310-127-6

999999-99-4

Hyssopus officinalis

310-127-6

999999-99-4

Chrysanthemum vulgare

310-127-6

999999-99-4

Artemisia absinthium

310-127-6

999999-99-4

Achillea millefolium

310-127-6

999999-99-4

Origanum vulgare

310-127-6

999999-99-4

Majorana hortensis

310-127-6

999999-99-4

Origanum majorano

310-127-6

999999-99-4

Rosmarinus officinalis

310-127-6

999999-99-4

Satureja hortensis

310-127-6

999999-99-4

Uritica dioica

310-127-6

999999-99-4

Aesculus hippocastanum

310-127-6

999999-99-4

Symphytum officinale

310-127-6

999999-99-4

Equisetum arvense

310-127-6

999999-99-4

Sambucus nigra

310-127-6

999999-99-4

1-(3,5-Dicloro-4-(1,1,2,2-tetrafluoroetoxi)fenil)-3-(2,6-difluorobenzoil)ureia/Hexaflumurão

401-400-1

86479-06-3

1,3-Dicloro-5-etil-5-metilimidazolidina-2,4-diona

401-570-7

89415-87-2

1-(4-Clorofenil)-4,4-dimetil-3-(1,2,4-triazol-1-ilmetil)pentan-3-ol/Tebuconazole

403-640-2

107534-96-3

Produtos de reacção do ácido glutâmico com N-[alquilo(C12-14)]propilenodiamina

403-950-8

164907-72-6

Mistura de bis(2-etil-hexil)fosfato de alquilo(C8-18)bis(2-hidroxietil)amónio com 2-etil-hexil-hidrogenofosfato de alquilo(C8-18)bis(2-hidroxietil)amónio

404-690-8

68132-19-4

(4-Etoxifenil)(3-(4-fluoro-3-fenoxifenil)propil)dimetilsilano

405-020-7

105024-66-6

trans-2-(2,2-Diclorovinil)-3,3-dimetilciclopropanocarboxilato de 2,3,5,6-tetrafluorobenzilo/Transflutrina

405-060-5

118712-89-3

α-(4-Trifluorometilestiril)-α-(4-trifluorometil)cinamilideno-hidrazona de 5,5-dimetil-per-hidropirimidin-2-ona/Hidrametilnão

405-090-9

67485-29-4

Éter 3-fenoxibenzil-2-(4-etoxifenil)-2-metilpropílico/Etofenprox

407-980-2

80844-07-1

Ácido 6-(ftalimido)peroxi-hexanóico

410-850-8

128275-31-0

3-Oxo-1,2(2H)-benzisotiazol-2-eto de lítio

411-690-1

111337-53-2

Metilneodecanamida

414-460-9

105726-67-8

Mistura de (Z)-(1R,3R)-[(S)-3-(2-cloro-3,3,3-trifluoro-prop-1-enil)]-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo e (Z)(1S,3S)[(R)-3-(2-cloro-3,3,3-trifluoro-prop-1-enil)]-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de α-ciano-3-fenoxibenzilo/Lambda-cialotrina

415-130-7

91465-08-6

1-(4-(2-Cloro-α,α,α-p-trifluorotoliloxi)-2-fluorofenil)-3-(2,6-difluorobenzolil)ureia/Flufenoxurão

417-680-3

101463-69-8

2-Butil-benzo[d]isotiazol-3-ona

420-590-7

04299-07-4

Complexo de decaóxido de tetracloro

420-970-2

92047-76-2

Mistura de cis-4-hidroxi-3-(1,2,3,4-tetra-hidro-3-(4-(4-trifluorometilbenziloxi)fenil)-1-naftil)cumarina e trans-4-hidroxi-3-(1,2,3,4-tetra-hidro-3-(4-(4-trifluorometilbenziloxi)fenil)-1-naftil)cumarina/Flocumafena

421-960-0

90035-08-8

2-(2-Hidroxietil)piperidina-1-carboxilato de sec-butilo/Icaridina

423-210-8

119515-38-7

N-Ciclo-hexil-S,S-dioxobenzo[b]tiofeno-2-carboxamida

423-990-1

149118-66-1

Fipronil

424-610-5

120068-37-3

Cloreto de cis-1-(3-cloroalil)-3,5,7-triaza-1-azoniaadamantano

426-020-3

51229-78-8

1-(6-Cloropiridin-3-ilmetil)-N-nitroimidazolidin-2-ilidenamina/Imidaclopride

428-040-8

138261-41-3

Tiametoxame

428-650-4

153719-23-4

(1R)-cis-Crisantemato de [2,4-dioxo-(2-propin-1-il)imidazolidin-3-il]metilo; (1R)-trans-Crisantemato de [2,4-dioxo-(2-propin-1-il)imidazolidin-3-il]metilo/Imiprotrina

428-790-6

72963-72-5

5-Cloro-2-(4-clorofenoxi)fenol

429-209-0

3380-30-1

2-(1-Metil-2-(4-fenoxifenoxi)etoxi)piridina/Piriproxifena

429-800-1

95737-68-1

4-Óxido de 3-benzo[b]tien-2-il-5,6-di-hidro-1,4,2-oxatiazina

431-030-6

163269-30-5

Produtos de reacção de diisopropanolamina com formaldeído (1:4)

432-440-8

220444-73-5

Dissulfureto de clorometil-n-octilo

432-680-3

180128-56-7

Produtos de reacção de adipato de dimetilo, glutarato de dimetilo e succinato de dimetilo com peróxido de hidrogénio/Perestano

432-790-1

 

bis(3-Aminopropil)octilamina

433-340-7

86423-37-2

(E)-1-(2-Cloro-1,3-tiazol-5-ilmetil)-3-metil-2-nitroguanidina/Clotianidina

433-460-1

210880-92-5

(E)-2-Octadecenal

Ainda não atribuído

51534-37-3

(E,Z)-2,13-Octadecadienal

Ainda não atribuído

99577-57-8

Vidro de fosfato de prata-zinco-alumínio-boro/Vidro com óxidos de prata e zinco

Ainda não atribuído

398477-47-9

Hidrogenozirconiofosfato de prata e sódio

Ainda não atribuído

 

Paraformaldeído

 

30525-89-4

Ácido peroxioctanóico

 

33734-57-5

Bromomiristilisoquinolina

 

51808-87-8

Cloridrato de 9-aminoacridina mono-hidratado

 

52417-22-8

Fosfato trissódico clorado

 

56802-99-4

1-Óxido de ciclo-hexil-hidroxidiazeno, sal de potássio

 

66603-10-9

(1S,2R,5S)-2-Isopropenil-5-metilciclo-hexanol

 

104870-56-6

Sílica amorfa, isenta de cristais

 

112945-52-5

Capsaicinato de denatónio

 

192327-95-0

tris(N-Ciclo-hexildiazeniodioxi)alumínio

 

312600-88-7

bis[1-Ciclo-hexil-1,2-di(hidroxi-κΟ)diazenioato(2-)]-cobre

 

312600-89-8

Produto de reacção de óleos essenciais com ozono in situ (Open Air Factor (OAF))

 

 

Zeólito de prata A

 

 

Borossilicato de prata e sódio

 

 

5-Cloro-2-(4-clorofenoxi)fenol

 

 

Cloreto de benzillaurildimetilmiristilamónio/Cloreto de laurilmiristildimetilbenzilamónio

 

 

Mistura de ((1,2-etanodiilbis(carbamoditioato)) de manganês (2-) com ((1,2-etanodiilbis(carbamoditioato)) de zinco (2-)/Mancozebe

Produto fitofarmacêutico

8018-01-7

Ácido clorossulfâmico

Produto fitofarmacêutico

17172-27-9

Dietilfosfato de 2-bromo-1-(2,4-diclorofenil)vinilo/bromfenvinfos

Produto fitofarmacêutico

33399-00-7

(2E,4E)-3,7,11-Trimetildodeca-2,4-dienoato de etilo/Hidropreno

Produto fitofarmacêutico

41096-46-2

Dióxido de silício/Kieselguhr

Produto fitofarmacêutico

61790-53-2

α,α,α-Trifluoro-N-metil-4,6-dinitro-N N-(2,4,6-tribromofenil)-o-toluidina/Brometalina

Produto fitofarmacêutico

63333-35-7

S-Metoprena/(S-(E,E))-11-metoxi-3,7,11-trimetildodeca-2,4-dienoato de isopropilo

Produto fitofarmacêutico

65733-16-6

S-Hidroprena/(S-(E,E))-3,7,11-trimetildodeca-2,4-dienoato de etilo

Produto fitofarmacêutico

65733-18-8

Esfenvalerato/(S)-2-(4-Clorofenil)-3-metilbutirato de (S)-α-ciano-3-fenoxibenzilo

Produto fitofarmacêutico

66230-04-4

3-(2,2-Dicloroetenil)-2.2-diclorovinil)-2,2-dimetilciclopropanocarboxilato de [1α(S*),3α]-α-ciano-(3-fenoxifenil)metilo/α-Cipermetrina

Produto fitofarmacêutico

67375-30-8

Abamectina (mistura de Avermectina B1a, > 80 %, EINECS 265-610-3, e Avermectina B1b, < 20 %, EINECS 265-611-9)

265-610-3

71751-41-2

Ácido ciclopropanocarboxílico, 3-[(1Z)-2-cloro-3,3,3-trifluoro-1-propenil]-2,2-dimetil-, éster (2-metil[1,1′-bifenil]-3-ilmetílico, (1R,3R)-rel-/Bifentrina/Bifenato

Produto fitofarmacêutico

82657-04-3

Benzenometanaminiossacárido de N-(2-((2,6-dimetil)fenil)amino)-2-oxoetil)-N,N-dietilo/Sacárido de denatónio

Produto fitofarmacêutico

90823-38-4

α-(4-Clorofenil)-α-(1-ciclopropiletil)-1H-1,2,4-triazole-1-etanol/Ciproconazole

Produto fitofarmacêutico

94361-06-5

3-(3-(4′-Bromo-(1,1′-bifenil)-4-il)-1,2,3,4-tetra-hidro-1-naftil)-4-hidroxibenzotiopiran-2-ona/3-((RS,3RS;1RS,3SR)-3-(4′-bromobifenil-4-il-1,2,3,4-tetra-hidro-1-naftil)-4-hidroxi-1-benzotin-2-ona/Difetialona

Produto fitofarmacêutico

104653-34-1

Triacetato de guazatina

Produto fitofarmacêutico

115044-19-4

4-Bromo-2-(4-clorofenil)-1-(etoximetil)-5-(trifluorometil)-1H-pirrole-3-carbonitrilo/Clorfenapir

Produto fitofarmacêutico

122453-73-0

Complexo de prata de silicato de alumínio e sódio/Zeólito de prata

Produto fitofarmacêutico

130328-18-6

Complexo de prata e cobre de silicato de alumínio e sódio/Zeólito de prata e cobre

Produto fitofarmacêutico

130328-19-7

Complexo de prata e zinco de silicato de alumínio e sódio/Zeólito de prata e zinco

Produto fitofarmacêutico

130328-20-0

Cloreto de N-isononil-N,N-dimetil-N-decilamónio

Produto fitofarmacêutico

138698-36-9

N-((6-Cloro-3-piridinil)metil)-N′-ciano-N-metiletanimidamida/Acetamipride

Produto fitofarmacêutico

160430-64-8

(1R)-cis,trans-2,2-dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de 3-fenoxibenzilo/d-Fenotrina

Produto fitofarmacêutico

188023-86-1

Mistura de 5-hidroximetoximetil-1-aza-3,7-dioxabiciclo[3.3.0]octano (CAS 59720-42-2, 16,0 %), 5-hidroxi-1-aza-3,7-dioxabiciclo[3.3.0]octano (EINECS 229-457-6, 28,8 %) e 5-hidroxipoli[metilenooxi]metil-1-aza-3,7-dioxabiciclo[3.3.0]octano (CAS 56709-13-8; 5,2 %) em água (50 %)

Produto fitofarmacêutico

 

3-(2,2-Dicloroetenil)-2,2-diclorovinil)-2,2-dimentilciclopropanocarboxilato de [1α(S*),3α]-(α)-ciano-(3-fenoxifenil)metilo

Produto fitofarmacêutico

 

S-Cifenotrina

Produto fitofarmacêutico

 

(1R,3R)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (RS)-3-alil-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo (mistura 1:1 apenas de 2 isómeros: 1R trans e 1RS)/Bioaletrina/d-trans-Aletrina

Produto fitofarmacêutico

 

(1R,3R;1R,3RS)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (RS)-3-alil-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo (mistura 4:4:1:1 de 4 isómeros: 1R trans, 1R; 1R trans, 1S; 1R cis, 1R; 1R cis, 1S)/d-Aletrina

Produto fitofarmacêutico

 

(1R,3R)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (RS)-3-alil-2-metil-4-oxociclopent-2-enilo (mistura 1:3 apenas de 2 isómeros: 1R trans e 1R/S)/Esbiotrina

Produto fitofarmacêutico

 

Espinosade: produto de fermentação promovida por microrganismos do solo que contêm espinosina A e espinosina D

Produto fitofarmacêutico

 

Butoxipolipropilenoglicol

Polímero

9003-13-8

Polidimetilsiloxano

Polímero

9016-00-6

Polímero de N-metilmetanamina (EINECS 204-697-4) e (clorometil)oxirano (EINECS 203-439-8)/Cloreto de amónio quaternário polimérico

Polímero

25988-97-0

Polímero de N,N,N,N-tetrametiletano-1,2-diamina e (clorometil)oxirano

Polímero

25988-98-1

Homopolímero de metacrilato de 2-terc-butilaminoetilo (EINECS 2232284)

Polímero

26716-20-1

Polímero de formaldeído e acroleína

Polímero

26781-23-7

Monocloridrato do polímero de N,N″′-1,6-hexanodiilbis[N′-cianoguanidina] (EINECS 240-032-4) e hexametilenodiamina (EINECS 204-679-6)/Polihexametilenobiguanida (monómero: monocloridrato de 1,5bis(trimetileno)guanilguanidínio)

Polímero

27083-27-8/32289-58-0

Polímero de N,N,N',N'-tetrametil-1,6-hexanodiamina e 1,6-dicloro-hexano

Polímero

27789-57-7

Poli(cloreto de hexametilenodimetilamónio)/poli[cloreto de (dimetilimino)-1,6-hexanodiilo]

Polímero

28728-61-2

Copolímero de éter bis(2-cloroetílico) e N,N,N′,N′-tetrametiletilenodiamina

Polímero

31075-24-8

Poli(cloreto de hexametilenodiaminaguanidínio)

Polímero

57028-96-3

Poli(hexametilenobiguanida)

Polímero

91403-50-8

Poli(oxi-1,2-etanodiil), α-[2-(didecilmetilamónio)etil]- ω-hidroxi-, propanoato (sal)

Polímero

94667-33-1

Propionato de N,N-didecil-N-metil-poli(oxietil)amónio/1-Decanamínio, N-decil-N-(2-hidroxietil)-N-metil-, propanoato (sal)

Polímero

107879-22-1

Copolímero de 2-propenal e propano-1,2-diol

Polímero

191546-07-3

Borato de N-didecil-N-dipolietoxiamónio/Borato de didecilpolioxietilamónio

Polímero

214710-34-6

Oligo[cloreto de 2-(2-etoxi)etoxietilguanidínio]

Polímero

374572-91-5

Copolímero de tributilestanho (copolímero de TBT)

Polímero

 

Poliéter glicólico de álcool gordo

Polímero

 

Poli(cloreto de vinilo-co-éter isobutilvinílico-co-N-vinil,N′-brometo de dimetiloctilpropildiamina)

Polímero

 

Resina de poliglicolpoliamina

Polímero

 

Lignossulfonato de sódio

Polímero natural

8061-51-6

Neem/Neem-Vital

Óleo natural

5945-86-8

Óleo de Pinus pumilio

Óleo natural

8000-26-8

Óleo de cedro

Óleo natural

8000-27-9

Óleo de lavanda

Óleo natural

8000-28-0

Óleo de citronela

Óleo natural

8000-29-1

Óleo essencial de eugenia caryophyllus

Óleo natural

8000-34-8

Óleo de gerânio

Óleo natural

8000-46-2

Óleo de eucalipto

Óleo natural

8000-48-4

Óleo de laranja

Óleo natural

8000-57-9

Óleo de pinho

Óleo natural

8002-09-3

Óleo de pimenta-do-reino

Óleo natural

8006-82-4

Óleo de hortelã-pimenta

Óleo natural

8006-90-4

Óleo de erva-limão

Óleo natural

8007-02-1

Óleo de poejo

Óleo natural

8007-44-1

Óleo de tomilho

Óleo natural

8007-46-3

Óleo de coentro

Óleo natural

8008-52-4

Óleo de hortelã

Óleo natural

8008-75-5

Óleo de Valeriana officinalis

Óleo natural

8008-88-6

Óleo de cajupute

Óleo natural

8008-98-8

Óleo de zimbro

Óleo natural

8012-91-7

Óleo de acipreste

Óleo natural

8013-86-3

Óleo de patchouli

Óleo natural

8014-09-3

Óleo de cominho

Óleo natural

8014-13-9

Óleo de palmarosa

Óleo natural

8014-19-5

Óleo de arruda

Óleo natural

8014-29-7

Óleo de Basilicum Ocimum basilium

Óleo natural

8015-73-4

Óleo de jacarandá/(pau-rosa)

Óleo natural

8015-77-8

Óleo de aipo

Óleo natural

8015-90-5

Óleo de camomila

Óleo natural

8015-92-7

Óleo de folha de cravo-da-índia (Eugenia caryophyllus)

Óleo natural

8015-97-2

Óleo de melaleuca

Óleo natural

68647-73-4

Óleo de Litsea cubeba

Óleo natural

68855-99-2

Óleo de hortelã (cornmint)

Óleo natural

68917-18-0

Óleo de cedro (Cedarwood oil Texas, óleo de Juniperus mexicana, 22 %)

Óleo natural

68990-83-0

Extracto cítrico de sementes de Tabebuia avellanedae

Óleo natural

 

Óleo essencial de Cymbopogon winterianus

Óleo natural

 

Allium sativum e Allium cepa

Óleo natural

 

Óleo essencial de Cinnamomum zeylanicum

Óleo natural

 

Óleo de cravo-da-índia (principais componentes: eugenol (83,8 %), cariofileno (12,4 %), acetato de eugenol (0,4 %))

Óleo natural

 

Óleo de perfume de agulhas de abeto (óleo etéreo; principais componentes: aguarrás (30-37,5 %), terpineol (15-20 %), acetato de isobornilo (15-20 %), β-pineno (12,5-15 %), α-pineno (7-10 %), cumarina (1-3 %), fracção terpineólica (1-3 %))

Óleo natural

 

Óleo de perfume Spring Fresh (óleo etéreo; principais componentes: citraldietilacetal (citratal) (1-3 %), citronelol (1-3 %), ylanat (1-3 %), hivertal (1-3 %), capronato de alilo (1-3 %))

Óleo natural

 

Óleo de rosas

Óleo natural

 

Piretrinas naturais

Extracto natural

 

Extracto de turfa

Extracto natural

 

Cloreto de alquilbenzildimetilamónio/Cloreto de benzalcónio

Mistura

8001-54-5

Cetrimida

Mistura

8044-71-1

Mistura de cloreto de 3,6-diamino-10-metilacridínio (EINECS 201-668-8) e 3,6-acridinadiamina/Acriflavina

Mistura

8048-52-0

Mistura, na forma cloridrato, de cloreto de 3,6-diamino-10-metilacridínio (EINECS 201-668-8) e de 3,6-acridinadiamina/Acriflavina HCl

Mistura

8063-24-9

Sacarinato de benzalcónio/o-Sulfobenzimidato de benzalcónio

Mistura

39387-42-3

Mistura de 5-cloro-2-metil-2H-isotiazol-3-ona (EINECS 247-500-7) e 2metil-2H-isotiazol-3-ona (EINECS 220-239-6)

Mistura

55965-84-9

Siloxanos e silicones, dimetílicos, produtos de reacção com sílica/Sílica fumada tratada

Mistura

67762-90-7

Mistura de reacção de ésteres mistos de ácidos gordos (C6-18, derivados do óleo de coco) com ácido acético e 2,2′-metilenobis(4-clorofenol)

Mistura

106523-52-8

Aminas, n-alquilo(C10-16)trimetilenodi-, produtos de reacção com ácido cloroacético

Mistura

139734-65-9

Iodetos de amónio quaternário

Mistura

308074-50-2

Produtos de reacção de 5,5-dimetil-hidantoína e formaldeído

Mistura

 

Produtos de reacção de 2-(2-butoxietoxi)etanol e formaldeído

Mistura

 

Produtos de reacção de etilenoglicol e formaldeído

Mistura

 

Produtos de reacção de ureia, etilenoglicol e formaldeído

Mistura

 

Produtos de reacção de cloroacetamida, 2(2-butoxietoxi)etanol e formaldeído

Mistura

 

Mistura de 1-fenoxipropan-2-ol (EINECS 212-222-7) e 2-fenoxipropanol (EINECS 224-027-4)

Mistura

 

Cloro activo produzido por reacção de ácido hipocloroso com hipoclorito de sódio produzido in situ

Mistura

 

Sais de potássio de ácidos gordos (C15-21)

Mistura

 

Acipetacse-cobre

Mistura

 

Acipetacse-zinco

Mistura

 

Feromona da traça da roupa (componentes: E,Z-octadecadi-2,13-enal (75 %) e E-Octadec-2-enal (25 %)

Mistura

 

Mistura de trióxido de crómio (EINECS 215-607-8; 34,2 %), pentaóxido de diarsénio (EINECS 215-116-9; 24,1 %), óxido de cobre (II) (EINECS 215269-1; 13,7 %) e água (EINECS 231-791-2; 28 %)

Mistura

 

Mistura de clorometilisotiazolinona, etanodiilbisoxibismetanol e metilisotiazolinona

Mistura

 

Mistura de bromo (EINECS 231-778-1) e ácido hipobromoso (n.o CAS 13517-11-8) produzida in situ

Mistura

 

Produtos sulfurados da fermentação natural de plantas em água

Mistura

 

Compostos de amónio quaternário: cloretos, brometos e hidróxidos de benzilalquildimetilamónio (alquilos C8-C22, saturados e insaturados, alquilos de sebo, alquilos de coco e alquilos de soja)/BKC

Mistura de substâncias incluídas no EINECS

 

Compostos de amónio quaternário: cloretos, brometos e metilsulfatos de dialquildimetilamónio (alquilos C6-C18, saturados e insaturados, alquilos de sebo, alquilos de coco e alquilos de soja)/DDAC

Mistura de substâncias incluídas no EINECS

 

Compostos de amónio quaternário: cloretos, brometos e metilsulfatos de alquiltrimetilamónio (alquilos C8-C18, saturados e insaturados, alquilos de sebo, alquilos de coco e alquilos de soja)/TMAC

Mistura de substâncias incluídas no EINECS

 

Bacillus thuringiensis

Microrganismo

68038-71-1

Bacillus sphaericus

Microrganismo

143447-72-7

Bacillus thuringiensis + D381is ssp. Israelensis

Microrganismo

 

Bacillus thuringiensis var. Kurstaky

Microrganismo

 

Bacillus thuringiensis ssp. Israelensis, serótipo H14

Microrganismo

 

Bacillus thuringiensis var. Israelensis

Microrganismo

 

Bacillus subtilis

Microrganismo

 


(1)  Segundo o registo ESIS, esta substância tem também o número CAS 31654-77-0.


ANEXO II

SUBSTÂNCIAS ACTIVAS A EXAMINAR NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE ANÁLISE

Substância

Estado-Membro relator

Número CE

Número CAS

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

Formaldeído

DE

200-001-8

50-00-0

1

2

3

4

5

6

 

 

9

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

20

 

22

23

Éter 2-(2-butoxietoxi)etílico e 6 propilpiperonílico/Butóxido de piperonilo

EL

200-076-7

51-03-6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

19

 

 

 

 

Bronopol

ES

200-143-0

52-51-7

1

2

3

4

 

6

7

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

22

 

Óxido de difenoxarsin-10-ilo

FR

200-377-3

58-36-6

 

 

 

 

 

 

 

 

9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clorocresol

FR

200-431-6

59-50-7

1

2

3

4

 

6

 

 

9

10

 

 

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diclorvos

IT

200-547-7

62-73-7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Etanol

EL

200-578-6

64-17-5

1

2

3

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido fórmico

BE

200-579-1

64-18-6

1

2

3

4

5

6

 

 

9

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido benzóico

DE

200-618-2

65-85-0

1

2

3

4

 

6

 

 

 

 

11

 

 

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

Propan-2-ol

DE

200-661-7

67-63-0

1

2

3

4

5

6

 

 

9

10

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido salicílico

LT

200-712-3

69-72-7

1

2

3

4

 

6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Propan-1-ol

DE

200-746-9

71-23-8

1

2

3

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cianeto de hidrogénio

CZ

200-821-6

74-90-8

 

 

 

 

 

 

 

8

 

 

 

 

 

14

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Óxido de etileno

N

200-849-9

75-21-8

 

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

1,3-Dibromo-5,5-dimetil-hidantoína

NL

201-030-9

77-48-5

 

2

 

 

 

 

 

 

 

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido cítrico

BE

201-069-1

77-92-9

1

2

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Linalol

DK

201-134-4

78-70-6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

 

 

2-Cloroacetamida

EE

201-174-2

79-07-2

 

 

3

 

 

6

7

 

9

10

11

 

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido bromoacético

ES

201-175-8

79-08-3

 

 

 

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Àcido glicólico

LT

201-180-5

79-14-1

 

2

3

4

 

 

 

 

 

 

 

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Àcido peracético

FI

201-186-8

79-21-0

1

2

3

4

5

6

 

 

 

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido l-(+)-láctico

DE

201-196-2

79-33-4

 

2

3

4

 

6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

Warfarina

IE

201-377-6

81-81-2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(2R,6aS,12aS)-1,2,6,6a,12,12a-hexa-hidro-2-isopropenil-8,9-dimetoxicromeno[3,4 b]furo[2,3 h]cromen-6-ona/Rotenona

UK

201-501-9

83-79-4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

17

 

 

 

 

 

 

Simclosena

UK

201-782-8

87-90-1

 

2

3

4

5

6

7

 

9

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cloroxilenol

BE

201-793-8

88-04-0

1

2

3

4

5

6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bifenil-2-ol

ES

201-993-5

90-43-7

1

2

3

4

 

6

7

 

9

10

 

 

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Naftaleno

UK

202-049-5

91-20-3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

 

 

Diclorfena

IE

202-567-1

97-23-4

 

2

3

4

 

6

7

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Triclocarbão

SK

202-924-1

101-20-2

1

2

 

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cinamaldeído/3-Fenil-propen-2-al

UK

203-213-9

104-55-2

 

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Geraniol

FR

203-377-1

106-24-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

19

 

 

 

 

Glioxal

FR

203-474-9

107-22-2

 

2

3

4

 

6

 

 

 

 

 

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

m-Cresol

FR

203-577-9

108-39-4

 

2

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido hexa-2,4-dienóico/Ácido sórbico

DE

203-768-7

110-44-1

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Glutaral

FI

203-856-5

111-30-8

1

2

3

4

5

6

7

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

22

 

Ácido nonanóico

AT

203-931-2

112-05-0

 

2

 

 

 

 

 

 

 

10

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

 

 

Undecan-2-ona/Metilnonilcetona

ES

203-937-5

112-12-9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

 

 

Propoxur

BE

204-043-8

114-26-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

1,3-Dicloro-5,5-dimetil-hidantoína

NL

204-258-7

118-52-5

 

2

 

 

 

 

 

 

 

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clorofena

N

204-385-8

120-32-1

1

2

3

4

 

6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Benzoato de benzilo

UK

204-402-9

120-51-4

 

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Cloreto de benzetónio

BE

204-479-9

121-54-0

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fenitrotião

UK

204-524-2

122-14-5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Cloreto de cetalcónio (1)

 

204-526-3

122-18-9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cloreto de benzildimetil(octadecil)amónio (1)

 

204-527-9

122-19-0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2-Fenoxietanol

UK

204-589-7

122-99-6

1

2

3

4

 

6

7

 

 

10

11

 

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cloreto de cetilpiridínio

UK

204-593-9

123-03-5

1

2

3

4

5

6

7

 

9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

Ácido octanóico

AT

204-677-5

124-07-2

 

 

 

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Dióxido de carbono

FR

204-696-9

124-38-9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

14

15

 

 

18

19

20

 

 

 

Dimetilarsinato de sódio

PT

204-708-2

124-65-2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Nitrometilidinatrimetanol

UK

204-769-5

126-11-4

 

2

3

 

 

6

 

 

 

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tosilcloramida de sódio

ES

204-854-7

127-65-1

1

2

3

4

5

6

 

 

9

10

11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dimetilditiocarbamato de potássio

UK

204-875-1

128-03-0

 

2

 

4

 

6

 

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dimetilditiocarbamato de sódio

UK

204-876-7

128-04-1

 

2

3

4

5

6

 

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Warfarina-sódio

IE

204-929-4

129-06-6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2-Bifenilato de sódio

ES

205-055-6

132-27-4

1

2

3

4

 

6

7

 

9

10

 

 

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Captana

IT

205-087-0

133-06-2

 

 

 

 

 

6

7

 

9

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

N-(Triclorometitio)ftalimida/Folpete

IT

205-088-6

133-07-3

 

 

 

 

 

6

7

 

9

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antranilato de metilo

FR

205-132-4

134-20-3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

 

 

N,N-Dietil-m-toluamida

SE

205-149-7

134-62-3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

22

 

Tirame

BE

205-286-2

137-26-8

 

2

 

 

 

6

7

 

9

10

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Zirame

BE

205-288-3

137-30-4

 

2

 

 

 

6

7

 

9

10

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Metilditiocarbamato de potássio

CZ

205-292-5

137-41-7

 

2

 

 

 

 

 

 

9

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Metame-sódio

BE

205-293-0

137-42-8

 

2

 

4

 

6

 

 

9

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

Cianoditiocarbamato dissódico

CZ

205-346-8

138-93-2

 

2

 

 

 

 

 

 

9

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cloreto de benzododecínio (1)

 

205-351-5

139-07-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cloreto de miristalcónio (1)

 

205-352-0

139-08-2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1,3-bis(Hidroximetil)ureia

HU

205-444-0

140-95-4

 

2

 

 

 

6

 

 

9

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nabame

PL

205-547-0

142-59-6

 

2

 

4

 

6

 

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ácido láurico

DE

205-582-1

143-07-7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19

 

 

 

 

Tiabendazole

ES

205-725-8

148-79-8

 

2

 

 

 

6

7

8

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

Benzotiazole-2-tiol

N

205-736-8

149-30-4

 

2

 

 

 

 

7

 

9

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nalede

FR

206-098-3

300-76-5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Diurão

DK

206-354-4

330-54-1

 

 

 

 

 

6

7

 

 

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diazinão

PT

206-373-8

333-41-5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

Ácido decanóico

AT

206-376-4

334-48-5

 

 

 

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

19

 

 

 

 

Cianamida

DE

206-992-3

420-04-2

 

 

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

2-Hidroxi-4-isopropil-2,4,6-ciclo-heptatrien-1-ona

SK

207-880-7

499-44-5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Benzoato de sódio

DE

208-534-8

532-32-1

1

2

 

 

 

6

 

 

 

 

11

 

 

 

 

 

 

 

 

20

 

 

 

Dazomete

BE

208-576-7

533-74-4

 

 

 

 

 

6

7

8

9

10

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dicloro-N-[(dimetilamino)sulfonil]fluoro-N-(p-tolil)metanossulfenamida/Tolilfluanida

FI

211-986-9

731-27-1

 

 

 

 

 

 

7

8

 

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

21

 

 

Hidroxil-2-piridona

FR

212-506-0

822-89-9

 

2

 

 

 

6

 

 

9

10

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acetato de 2,6-Dimetil-1,3-dioxan-4-ilo

AT

212-579-9

828-00-2

 

2

 

 

 

6

 

 

 

 

11

12

13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terbutrina

SK

212-950-5

886-50-0

 

 

 

 

 

 

7

 

9

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diclofluanida

UK

214-118-7

1085-98-9

 

 

 

 

 

 

7

8

 

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

21

 

 

Tiocianato de cobre

FR

214-183-1

1111-67-7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

21

 

 

Brometo de tetradónio

N

214-291-9

1119-97-7

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(1R-trans)-2,2-Dimetil-3-(2-metilprop-1-enil)ciclopropanocarboxilato de (1,3,4,5,6,7-hexa-hidro-1,3-dioxo-2H-isoindol-2-il)metilo/d-trans-Tetrametrina

DE

214-619-0

1166-46-7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18

 

 

 

 

 

4,5-Dicloro-3H-1,2-ditiol-3-ona

PL

214-754-5

1192-52-5

 

2

 

 

 

6

 

 

9

 

11

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trióxido de diboro

NL

215-125-8

1303-86-2

 

 

 

 

 

 

 

8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Di-hidróxido de cálcio/hidróxido de cálcio/cal hidratada/cal apagada

UK

215-137-3

1305-62-0

 

2

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Óxido de cálcio/cal/cal viva

UK

215-138-9

1305-78-8

 

2

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sulfureto de zinco

UK

215-251-3