15.1.2018   

PT

Jornal Oficial da União Europeia

C 13/27


Recurso interposto em 30 de outubro de 2017 — Trasys International e Axianseu Digital Solutions/AESA

(Processo T-741/17)

(2018/C 013/42)

Língua do processo: francês

Partes

Recorrentes: Trasys International GEIE (Bruxelas, Bélgica) e Axianseu Digital Solutions SA (Lisboa, Portugal) (representantes: L. Masson e G. Tilman, advogados)

Recorrida: Agência Europeia para a Segurança da Aviação

Pedidos

As recorrentes concluem pedindo que o Tribunal Geral se digne:

anular a decisão tomada em 28 de agosto de 2017 pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação, através do seu diretor, no âmbito do mercado denominado «EASA.2017.HVP.08: IT Application & Infrastructure Management Services — ITAIMS» […];

em consequência, anular a decisão tácita de não atribuir os diferentes contratos-quadro às recorrentes;

condenar a Agência no pagamento total das despesas do processo.

Fundamentos e principais argumentos

As recorrentes alegam um fundamento único, relativo à falta de fundamentação da decisão impugnada, face a um preço que aparenta ser anormalmente baixo.