Help Print this page 
Title and reference
Construir uma Europa digital mais forte e mais segura

Summaries of EU legislation: direct access to the main summaries page.
Multilingual display
Text

Construir uma Europa digital mais forte e mais segura

Com o objetivo de promover os valores de liberdade e de democracia da União Europeia (UE) e permitir que a economia digital cresça de forma segura, a UE está empenhada em proporcionar o ambiente em linha mais seguro do mundo.

ATO

Comunicação conjunta ao Parlamento Europeu, ao Conselho, ao Comité Económico e Social Europeu e ao Comité das Regiões - Estratégia da União Europeia para a cibersegurança: Um ciberespaço aberto, seguro e protegido [JOIN(2013) 1 final de 7 de fevereiro de 2013]

SÍNTESE

Com o objetivo de promover os valores de liberdade e de democracia da União Europeia (UE) e permitir que a economia digital cresça de forma segura, a UE está empenhada em proporcionar o ambiente em linha mais seguro do mundo.

PARA QUE SERVE ESTA COMUNICAÇÃO CONJUNTA?

Define a estratégia da União Europeia para a cibersegurança, que prevê:

parcerias com o setor privado e organizações não governamentais ou grupos de interesse;

ações concretas para proteger e promover os direitos dos cidadãos.

Foi publicada juntamente com uma proposta de diretiva relativa à segurança das redes e da informação.

PONTOS-CHAVE

A política de cibersegurança no plano da UE e à escala internacional deve ser regida por cinco princípios:

1.

os princípios fundamentais da UE (que devem aplicar-se tanto no mundo digital como no mundo físico);

2.

a proteção dos direitos fundamentais, da liberdade de expressão, da privacidade e dos dados pessoais;

3.

o direito do grande público ao acesso à Internet com segurança e a um fluxo de informações livre;

4.

uma governação democrática e eficiente, incluindo todos os setores da sociedade;

5.

uma responsabilidade partilhada para garantir a segurança.

A estratégia baseia-se em cinco prioridades:

permitir que os sistemas e domínios façam a gestão dos ciberataques ou falhas;

reduzir drasticamente a cibercriminalidade;

desenvolver a política e as capacidades no domínio da ciberdefesa no quadro da política comum de segurança e defesa (PCSD);

desenvolver os recursos industriais e tecnológicos para a cibersegurança;

estabelecer uma política internacional coerente em matéria de ciberespaço para a União Europeia e promover os valores fundamentais da UE.

Tendo em conta a natureza internacional do ciberespaço, a estratégia requer que os organismos existentes a nível nacional e da UE assumam a responsabilidade, trabalhem em conjunto e estabeleçam ligações com a indústria e as universidades. Estes organismos incluem as autoridades nacionais e da UE competentes nos seguintes domínios:

segurança das redes e da informação (ENISA/SRI);

equipas de resposta a emergências informáticas (CERT-UE/CERT);

A estratégia inclui também o estabelecimento do diálogo com organismos internacionais como o Conselho da Europa, a NATO e as Nações Unidas.

Para mais informações, consulte a página sobre cibersegurança no sítiow ebda Comissão Europeia.

última atualização 14.09.2015

Top